Notícias

Justiça mantém decisão que obriga Duvivier a indenizar Luciano Hang

Foto: Arquivo
Justica mantem decisao que obriga Duvivier

A Justiça do Rio de Janeiro manteve uma decisão que obriga o humorista Gregório Duvivier a indenizar o empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan, em R$ 25 mil por danos morais.

O valor a ser pago pelo ator foi fixado em decisão tomada em 2020. A defesa dele recorreu, mas a sentença foi confirmada nesta quinta-feira (23).

Hang entrou com uma ação por danos morais na Justiça alegando que o humorista havia induzido agressões contra ele. Por meio das redes sociais, Duvivier postou a frase “to tisti alguém mata o véio da Havan [sic]”. A defesa do humorista alegou que ele apenas havia feito referência a um meme, ou seja, uma piada que ganhou fama na internet.

No entanto, os advogados do empresário sustentaram a tese de que a frase se refere à indução de um homicídio, representa “excesso no direito à liberdade de manifestação, incita a violência contra o empresário, e [que] atingiu a sua honra e dignidade por ter sido exposto ao desprezo público”.

Os argumentos, de relatoria da desembargadora Valéria Dacheux Nascimento, foram acatados em julgamento na 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ).

Também votaram durante a audiência os desembargadores Mafalda Lucchese e Luiz Umpierre de Mello Serra. Por meio de nota, a defesa de Hang comemorou a decisão e disse que o valor recebido será doado à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). Cabe recurso da decisão.