Notícias

Kourtney Kardashian diz que bebe sêmen do marido para tentar engravidar

Foto: Reprodução / Instagram
Kourtney Kardashian diz que bebe sêmen do marido

A socialite americana Kourtney Kardashian revelou, no reality ‘The Kardashians’, algumas técnicas controversas que adotou em um tratamento para engravidar.

Ela e o marido, Travis Barker, que casaram recentemente, estão passando por um processo de fertilização in vitro e os métodos revelados pela celebridade viralizaram nas redes sociais por serem, no mínimo, inusitados.

Afinal, não é todo dia que alguém diz que está bebendo o esperma do marido, quatro vezes por semana, para tentar engravidar. Segundo Kourtney, seu médico disse que dessa forma ela conseguiria equilibrar os hormônios da tireoide.

A irmã de Kim Kardashian também revelou que come ovos de codorna todos os dias, para potencializar sua fertilização.

“Isso não existe, de forma nenhuma. Não tem nenhum fundamento beber o sêmen para melhorar a fertilização da paciente”, enfatiza o médico Francisco Furtado Filho, ginecologista especialista em fertilização.

Ele assegura que não há qualquer indício científico que comprove a eficácia de beber sêmen no processo de fertilização. Ele diz ainda que não faz ideia de onde poderia ter surgido essa falsa.

Equilibrar a tireoide?

A única parte verdadeira em toda a revelação de Kourtney é a necessidade de equilibrar todas as glândulas do corpo humano feminino. Furtado explica que, quando há alguma alteração — para mais, com hipertireoidismo ou para menos, com hipotiroidismo, por exemplo —, esse processo pode impedir que a paciente ovule. Se já estiver grávida, a paciente pode até sofrer um aborto.

“É fundamental que a tireoide esteja funcionando normalmente, para que isso não interfira no processo ovulatório, no processo de implantação do embrião e não seja causa de um abortamento, por exemplo”, explica o ginecologista.

De qualquer forma, beber sêmen não é a solução. Pode substitui-lo, sem receio, por uma dieta equilibrada com alimentos fonte de fibras, iodo, selênio, zinco e cobre, nutrientes necessários para o bom funcionamento da glândula. Eles são encontrados em frutos do mar, cereais integrais, ovos e frutos secos.