NoPlaneta

Lavas e chamas azuis criam um visual incrível em um vulcão na indonésia

960083363006192568 mega

Para registrar toda a beleza do fenômeno, o fotógrafo Olivier Grunewald se aventurou em condições perigosas.



Olivier Grunewald é um fotógrafo especializado em clicar paisagens naturais. A primeira vez em que ele ouviu falar do vulcão Kawah Ijen, localizado na Indonésia, foi em 2008 e a curiosidade em registrar a beleza do local foi quase instantânea.

Por esse motivo, ele se juntou a Régis Etienne, que é presidente da Sociedade de Vulcanologia de Genebra, para fotografar o Kawah Ijen, que é conhecido por ter um lago de águas ácidas e pela mineração de enxofre que acontece a céu aberto no coração do vulcão.

Esses dois aspectos fazem com que a permanência no local seja extremamente perigosa por causa do dióxido de enxofre que toma conta do ar, mas mesmo assim o fotógrafo e o especialista fizeram várias expedições até o vulcão para reunir cenas e fotografias que dessem conta de toda a beleza do fenômeno e da difícil vida das pessoas que vivem da mineração de enxofre.


Uma substância, várias cores

É justamente esse composto que faz com que, à noite, o vulcão ganhe um visual incrível. Quando a combustão do enxofre – iniciada pelos mineradores com a ajuda de tochas – entra em contato com o ar, ele se liquefaz e isso dá origem às impressionantes chamas azuis, enquanto o enxofre derretido parece uma lava igualmente azul. As chamas podem chegar a ter cinco metros de altura.

Durante o resfriamento, o enxofre apresenta tons de vermelho e laranja, até formar grandes cristais amarelados – a cor que boa parte de nós geralmente associa à substância. Esses pedaços de enxofre são coletados e vendidos pelos mineradores. O destino da substância costuma ser as indústrias química e alimentícia.

Ao todo, Grunewald e Etienne passaram 30 noites em condições extremas para criar um documentário sobre o vulcão, que será lançado em março na França. Para divulgar esse trabalho, os profissionais lançaram um teaser, que pode ser conferido aqui. Abaixo, você fica com algumas fotografias de Olivier Grunewald:


1) Lavas e chamas

96008336314103142 t640
Fonte da imagem: Reprodução/Olivier Grunewald

2) Enxofre derretido


9600833631410322 t640
Fonte da imagem: Reprodução/Olivier Grunewald

3) Azul vibrante

96008336314103225 t640


Fonte da imagem: Reprodução/Olivier Grunewald

4) No coração do vulcão

96008336314103241 t640
Fonte da imagem: Reprodução/Olivier Grunewald


5) Condições extremas

96008336314103257 t640
Fonte da imagem: Reprodução/The Big Picture

6) Resfriamento do enxofre


96008336314103314 t640
Fonte da imagem: Reprodução/The Big Picture

7) Recolhendo a substância

96008336314103331 t640


Fonte da imagem: Reprodução/The Big Picture

8) Mineração

96008336314103348 t640
Fonte da imagem: Reprodução/The Big Picture


9) Venda do enxofre

96008336314103411 t640
Fonte da imagem: Reprodução/The Big Picture

10) Pedacinhos de enxofre

96008336314103427 t640
Fonte da imagem: Reprodução/The Big Picture

FonteSploid Olivier Grunewald YouTube The Big Picture Sociedade de Vulcanologia de Genebra

Menino de 11 anos fica rico vendendo na internet gravatas-borboleta feitas por ele

Artigo Anterior

Desvende 5 mitos sobre alimentos que você consome frequentemente

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.