ComportamentoDesenvolvimento PessoalLei da AtraçãoMeditaçãoO SegredoQualidade de vida

Lei da atração e o elefante na sala: por que as coisas não estão se manifestando

elef

Muitas vezes ouço as pessoas lamentando sobre o fato de que elas vêm praticando a lei da atração, mas ainda são incapazes de manifestar as coisas que querem. Elas expressam isso com uma mistura de confusão, frustração e culpa.



Dói-me cada vez que vejo isso. Quando a lei da atração não funciona, a maioria das pessoas parecem culpar a si mesmas.

Talvez elas não estejam praticando corretamente. Talvez não visualizam com tanta vontade. Talvez elas permitiram pensamentos negativos estragarem seus esforços.

Em toda caso, não é sua culpa se seus esforços de manifestação não funcionaram. É mais provável que você tenha sido ensinado a praticar de uma forma errada.


Se você é uma daquelas pessoas que estão procurando o “elo perdido” na lei da atração, eu tenho um para você agora que vai transformar seus esforços de manifestação.

Aqui está o problema que eu vejo:

Ao praticar a lei da atração (a forma como é comumente praticada), nos é dito para não focarmos nas coisas que não queremos. Somos avisados de que devemos estar totalmente convencidos sobre o que queremos nos concentrarmos inteiramente nisso. No que mantermos nosso foco, se tornará nossa realidade. É isso que nos é dito.

Mas, mesmo dizendo a nós mesmos para não nos focarmos no que não queremos, esse é um trabalho árduo. É preciso um grande esforço para tentar não nos concentrarmos em algo que nos causa sofrimento.


Aqui reside a chave para explicar porque a Lei da Atração não funciona na maioria das vezes: Negamos nosso poder, ignorando o poder que as coisas que sentimos têm .

Há poder no perigo. Precisamos ir para onde ficamos distraídos, para o lugar que leva a nossa atenção para longe do que queremos, e extrair poder a partir dele. Sem este passo, é prematuro ir atrás do que você quer.

Antes de eu dizer o que você deve fazer, vou dizer o que você precisa parar de fazer.

Ao contrário do que lhe foi dito, você pode sabotar seus esforços quando você:


– Pratica o falso otimismo

– Bloqueia a sua mente de pensar sobre o que você não quer

– Tenta visualizar o que você mais quer

O elo perdido, portanto, é o seguinte: Não ignore o elefante na sala.


1. Seja curioso sobre os sentimentos negativos que está tendo

Quando você pratica o falso otimismo, você desgasta completamente sua energia e a drena. Como resultado, há pouco poder por trás de sua manifestação. Você se lembra de um momento em que você, naturalmente, sentiu-se inspirado e animado por um objetivo? Aposto que foi fácil para você conjurar imagens positivas e evocar os sentimentos de conquista.

Quando você tem que fingir otimismo, isso significa que há resistência dentro de você que está te bloqueando de alcançar a meta. É muito mais eficaz passar algum tempo examinando e resolvendo essa resistência ao invés de tentar encobri-la. Depois de resolver a resistência, haverá um fluxo livre de energia, e você terá mais chance de ter sucesso ao manifestar seu objetivo.

2. Honre a mensagem e poder por trás de “seu bloco”


Às vezes, o bloco que você sente dentro de si enquanto está manifestando contém sabedoria que pode ajudá-lo a refinar seu objetivo. Ele está lá por uma razão, e às vezes é parte da orientação da sua alma chegar ao local de sua mais alta expressão.

Vamos dizer que você realmente quer viajar para um determinado país onde nunca esteve antes. De alguma forma, enquanto você está se manifestando esse objetivo, a energia não flui naturalmente dentro de você. Você percebe uma resistência em você, e quando sintoniza mais perto, você percebe que tem medo de estar sozinho quando chegar no país. Se você se permitir sentir esse medo, você pode receber uma ideia, como se reconectar com vários velhos amigos para fazer a viagem. Sua viagem pode acabar sendo mais maravilhosa do que você poderia ter imaginado. Você não somente terá um tempo maravilhoso com seus amigos, como poderá conseguir experiências para o seu trabalho ou vida pessoal.

3. Relaxe e seja mais claro

A ideia por trás de visualizar um determinado resultado é que você está tentando solidificar a realidade desse resultado. Ao investir poder mental no imaginário, você espera transformar o imaginado em realidade. Embora a ideia seja boa, quando há o elefante na sala, você está apenas tentando encobrir o que realmente vê, com uma camada de fingimento.


Eu não sei o que você acha, mas fingir que algo está em um determinado lugar, quando não está é uma das coisas mais desagradáveis ​​que alguém pode fazer. Alguma vez você já estava dinheiro e se visualizou com dinheiro? Para mim, isso só destaca o fato de eu não ter dinheiro. Ao invés de me fazer sentir melhor, me fez sentir pior. Em outras palavras, quando você finge algo que não existe, você pode acabar colocando mais energia para que a situação continue assim.

A melhor maneira é relaxar e permitir que a resistência venha à tona. Você só pode começar a trabalhar em sua resistência, quando reconhece que ela existe. Depois disso, você pode voltar a se concentrar no que você quer manifestar.

 

Traduzido pela equipe de O Segredo


Fonte: FinerMinds

Feridas na infância, cicatrizes na maturidade

Artigo Anterior

Não quero te perder pra depois valorizar você

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.