Lei do desapego: não é a lei para mim quando se trata de você!

Sábado a noite do meio de um ano qualquer, é inevitável não me lembrar de você. Me pego pensando, logo eu, que tenho mesmo essa mania de apego e ainda guardo desde o meu primeiro dente que caiu, até a última foto que tiramos juntos- uma das poucas de nossas várias lembranças. Sabe, não foi assim com você, não no início pelo menos.



Talvez até tenha percebido meu desinteresse inicial, mas não que pudesse me culpar, quando foi você quem me deu o escudo pra te afastar. Não achei mesmo que iria passar de um cineminha em uma ocasião qualquer, mas se te faz sentir melhor, aqui é onde eu devo agradecer por não desistir tão facilmente do meu jeito 8 ou 80 de ser.

Só não esperava que, de todas as pessoas que cruzaram meu caminho, justo você tiraria mais que minhas horas de sono, mas também parte dos meus dias pra tentar te entender. Ficou quando eu não esperava nada e sumiu quando esperava tudo -mais ou menos como quem não espera ganhar ovo de páscoa no natal ou pular carnaval no dia do trabalho.

LEI DO DESAPEGO - FOTO 01


Instável.

Tipico de um geminiano, com toda essa bipolaridade envolvida que afeta mais do que aparenta, me confunde. Não que eu seja la muito diferente em toda essa questão astrológica, mas metades não me sustentam. Às vezes, eu até queria conseguir ser mais como você, construir uma barreira qualquer pros meus sentimentos que se jogam, sem ao menos me dar uma chance de pensar antes de sentir.

Pode ter sido aquele seu jeito de me olhar quando amanhecia ou todo seu jeito não aparente de quem é louco por cachorros e fica todo bobo perto de criança. Cara, tudo em você era interrogação que eu já nem ligava mais pro quanto me confundia.


Eu só queria que me deixasse entrar, saber um pouco mais até onde eu posso pisar, sem me afogar nesses seus sentimentos emaranhados, ou até onde iria deixar a maré te levar pra qualquer lugar perto de mim o bastante pra poder ancorar.

LEI DO DESAPEGO - FOTO 02

É que as coisas poderiam ser tão mais simples, mas não sei em qual parte do caminho temos o dom de complicar tanto algo, só porque achamos não ser capazes de lidar. O que não pode ficar por inteiro, é mais que perda de tempo, é sentimento gasto por nada, onde poderia ser tudo. Descomplique. Pode até voltar pra ficar, se quiser.

Ainda tenho uns neurônios separados pra entender que você é simplesmente você.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.