Espiritualidade

A lei do dharma que irá mudar sua vida

a lei do dharma que

Todos sabemos o que o karma é. Ele tem sido usado bastante no mundo ocidental do século XXI. No entanto, o karma é apenas uma parte da história. A outra parte é composta pelo dharma!



Devemos diferenciar dharma e karma, a fim de compreendemos melhor como o dharma funciona. Aqui estão as definições de dharma e karma:

Karma: refere-se às ações tomada em relação ao dharma. Em certo sentido, dharma poderia ser visto como uma tarefa ao longo da vida, e karma, os passos para completar essa tarefa.

Dharma: refere-se a um dever nesta vida. O seu dharma varia de acordo com sua classe, sua família, e o tempo de sua vida.


a lei do dharma que

Então, dharma é finalidade – o que você se propôs a fazer na vida. É o objetivo final, ao passo que o karma é o que você faz para chegar ao objetivo final (ou o que você não faz).

A Lei do Dharma é a sétima e última das Leis Espirituais de Deepak Chopra sobre sucesso. Na Lei do Dharma, Deepak Chopra te pede que: “Procure o seu Eu superior. Descubra seus talentos únicos. Pergunte a si mesmo qual sua melhor utilidade para a humanidade. Usar seus talentos únicos e servir aos outros traz felicidade e abundância ilimitada.”

A lei do dharma que vai mudar sua vida


Dharma e trabalho

A forma mais fácil de ver o dharma em ação é através do trabalho, e como as pessoas servem os seus clientes e outros que ajudam a colocar dinheiro no seu bolso. No mundo do trabalho, não existe tal coisa como “mau trabalho”, mesmo para as mais odiadas das profissões. As pessoas servem no seu trabalho para colocarem comida na mesa e manterem o teto sobre suas cabeças. Elas não se tornam más pessoas, apenas porque o trabalho exige que façam coisas impopulares. Naturalmente, se uma tal pessoa decide fazer essas coisas impopulares para seu próprio ganho (ou seja, roubar), isso afeta o seu karma de uma forma negativa, o que por sua vez afeta a forma como ela chegará ao seu objetivo final – o seu dharma.

a lei do dharma que2

No lado oposto da moeda, se você tem uma boa motivação e bom coração, apesar de cometer muitos erros, está praticando dharma, e automaticamente, se engajando em atividades virtuosas. Em termos de dificuldade dentro da esfera profissional, desejar trabalho sem desafios é completamente redundante. É como pedir limonada sem água. O falecido Jim Rohn, sugere: “Não deseje que seja mais fácil, deseje ser melhor. Não deseje problemas, deseje mais competências. Não deseje menos desafio, desejar mais sabedoria.”


___

Traduzido pela equipe de O SegredoFonte: Power of Positivity

20 lutas de quem tem um coração sentimental e uma mente incerta

Artigo Anterior

Estes anéis de madeira abrigam mundos minúsculos!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.