EnergiasReflexãoVida

Liberdade e angústia

Saudações,



No livro “O Conceito da Angústia”, o venerado filósofo dinamarquês Kierkegaard nos fala da angústia como sendo uma particularidade da existência humana. E quanto mais humano, maior a angústia. E isto, pois o humano tem o livre arbítrio, a condição de escolha.

Temos aí a questão da liberdade de escolha e a incerteza em relação às consequências destas escolhas. Esta incerteza gera a angústia segundo o filósofo existencialista.

A angústia estaria associada, então, ao medo de escolher e à incerteza do futuro. Futuro este, conseqüência de uma escolha que pode estar fadada a dar errado. É a liberdade de ação tão boa quanto ruim. Boa, pois nos possibilita escolher, ruim, pois não nos traz a certeza do acerto.


E conviver com isto é necessário. Compreender que esta insegurança é necessária para não nos estagnar e podermos dar os passos sem medo. Pois o tédio do conformismo decerto é bem mais nefasto do que a angústia da dúvida de qual decisão tomar.

Pensemos nisto quando estivermos para dar um passo importante na vida. A liberdade de escolha é particularidade humana e a angústia gerada por ela é conseqüência. Mas tudo isto é normal, faz parte, é condição de pleno existir.

Vai lá. Decida. Talvez inseguro, mas com a certeza que está fazendo o que deve ser feito.

Eu acredito nisto. E você?


Só para registro e reflexão.

Fecha o pano.

Por Fernando Martins


Os pássaros e o medo de voar…

Artigo Anterior

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.