ColunistasLei da Atração

Limpe os sentimentos e se autorize a ser feliz!

Na minha caminhada, sempre achei que precisamos nos livrar de sentimentos nocivos que nos autossabotam: culpa, preocupação, raiva, ressentimento, apego (posse). Não é pra ser bonzinho (a) não, mas pra se aliviar.



  • A culpa porque abre espaço à influências energéticas nocivas e nos prende ao passado que não volta.
  • A preocupação porque é o oposto da confiança, você se ocupa antes – esse é o sentido da palavra preocupação, pré-ocupar. Isso demonstra falta de confiança e serenidade de que vai dar certo, de que há algo que nos ajuda.

  • A raiva porque  libera altas descargas de adrenalina no sangue e turva o raciocínio.
  • O ressentimento porque gera acúmulo de lixo em forma de toxinas que podem se depositar nas juntas gerando artrite, ou qualquer outro distúrbio com o qual o organismo tenha afinidade.
  • O apego porque é óbvio nos prende a algo e é a expressão da resistência que temos em deixar ir, fruto da insegurança, pois só quem teme perder, não se permite soltar.

Na verdade, existe um nível em que chegaremos: o de não ter que perdoar ninguém, por saber que tudo de ruim que aconteceu conosco, nós atraímos, portanto as pessoas com quem tivemos qualquer desentendimento não têm nada a ver com isso, foram apenas instrumentos para materializar aquilo em que eu estava vibrando, esquema chave-fechadura.

Se tiver que perdoar, seja a si mesmo, porque você se permitiu sentir tudo de ruim e foi isso que atraiu fatos desagradáveis, mesmo que não tenha tido intenção, mesmo que tenha sido inconsciente. Mas este é um nível que embora tenhamos consciência, é preciso SENTIR. Estamos a caminho.

È possível que sentimentos sabotadores estejam no fundo de nosso inconsciente há séculos. A consciência deles e do que provocam é um dos primeiros passos para o começo do trabalho interno. Por quê?


Porque a base da gente está no psicológico, no emocional. É aí que qualquer questão tem que ser resolvida, na mente. Por que não liberar a toxidade mental? Por que não soltar, renunciar ao fardo pesado das dores e liberar perdão (já que ainda estamos nesse estágio do desenvolvimento emocional humano)?

Como Gasparetto questiona: “A gente acha que é melhor que os outros? Que a gente não pode compreender que os outros também são como nós? Que as pessoas também agridem, também erram, também se sentem feridas, que às vezes não sabem fazer as coisas e dão mancada? É… isso é  uma pretensão nossa, né… Não compreender que todo mundo dá mancada. Por quê? Porque a gente também dá mancada…”

Mas isso não é motivo  para não nos autorizarmos à felicidade e à autorrealização.

Se nos sentirmos merecedores, todos os caminhos se abrem.


Gosto  de usar o “Tratamento do merecimento”, da Louise Hay, tem me auxiliado a ir além do que eu supunha ser possível e o transcrevo abaixo para que você também, ao se livrar da intoxicação emocional, possa também, transcender as limitações que te impediam de manifestar uma realidade mais satisfatória


TRATAMENTO DO MERECIMENTO

Sou digna (o) e merecedora (or) de tudo o que é bom. Não somente de algo, de um pouquinho, mas sim de tudo que é bom. Agora, estou superando todos os pensamentos negativos que me limitam. Liberto-me das limitações impostas por meus pais. Eu os amo, mas posso ir além do que eles foram. Não respondo às suas opiniões negativas, nem às suas crenças restritivas. Não estou presa à nenhum medo e nem à nenhum preconceito da sociedade em que vivo. Eu não me identifico com nenhum tipo de limitação.

Em minha mente, gozo de uma liberdade total. Penetro agora num novo espaço de consciência, de onde estou disposta a me ver de uma maneira diferente. Estou disposta a criar idéias novas a respeito de mim mesma e de minha vida. Minha nova maneira de pensar se expressa em experiências novas.

Agora sei e afirmo que sou a mesma coisa que o Próspero Poder do Universo. Por isso, agora prospero em múltiplas maneiras. A totalidade das possibilidades se abre diante de mim. Mereço a vida; uma vida boa. Mereço o amor; a abundância de amor. Mereço ter boa saúde. Mereço viver comodamente e prosperar. Mereço a liberdade de ser tudo aquilo que sou capaz de ser. Mereço mais que isso: mereço tudo de bom.


O Universo está mais disposto a manifestar minhas novas crenças, e eu aceito esta abundância de vida com júbilo, prazer e gratidão. Porque eu mereço, aceito e sei que é verdade.


  • Sugestão: Fazer o Tratamento do Merecimento todos os dias pela manhã, ao acordar, se olhando em um espelho de mão, pequeno. Fazer isso com um profundo sentimento de amor por si, uma profunda vontade de se ajudar.

Eu te proponho um desafio. Você aceita?

Artigo Anterior

O amor é tudo! fundamental! ninguém pode ser feliz sozinho!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.