LISTA DE GRATIDÃO PARA 2016 – VAMOS CONTAR NOSSAS BÊNÇÃOS!



Ouvi durante muitas vezes ao longo de 2016, que este foi um ano péssimo, horrível e insano. Com muitas mortes, separações, brigas, sofrimentos. O que há de verdadeiro nisso? De fato tivemos um ano cheio de tudo isso, mas não diferente de 2015,2014… Entre outros anos também, cheios de mortes, catástrofes, guerras e sofrimentos.

Cada ano tem suas vertentes positivas e negativas. E em cada uma delas podemos tirar uma lição. Principalmente de que tudo passa. E passa mesmo, a vida muda em um minuto. Tanto para o bom, como para o mau. A vida muda em um minuto.

Para quem deseja viver uma vida leve, livre do negativismo, com menos impacto do que foi ruim. Precisa em primeiro lugar estar aberto e saber com clareza que há sim algo de aprendizagem em cada acontecimento ruim.

Vamos contar as bênçãos, em vez de abraçar os fatos que não foram tão bons?
Para cada acontecimento não tão bom, podemos elencar uma, só uma visão positiva.

Se em 2016 você:

Não foi hospitalizado;
Teve uma festa em família;
Teve uma crise de riso;
Terminou um curso;
Leu um livro;
Brincou com uma criança;
Tomou um café da manhã com amigos;
Assistiu ao um filme que amou;
Participou de um show de alguém que admira;
Deu um abraço nos seus pais;
Segurou um bebê no colo;
Assistiu uma partida de futebol do seu time do coração (Se tiver vencido o jogo melhor ainda);
Conseguiu ajudar uma pessoa;
Disse mais sim, do que não;
Soube dizer não;
Conseguiu iniciar algo que queria muito;
Beijou e abraçou;
Presenteou;
Recebeu um presente;
Tomou uma xícara de café que fez a manhã mudar;
Conseguiu reunir os amigos;
Organizou alguma bagunça do quarto;
Chorou de tristeza;
Fez planos (mesmo que não os tenha realizado);
Realizou um sonho;
Viveu um dia diferente;
Conheceu um lugar novo (vale a sorveteria que abriu na esquina);
Deu as mãos para alguém;
Teve alguém por quem sofreu;
Teve alguém por quem chorou;
Teve alguém por quem orou;
Assistiu uma série inteira da Netflix;
Fez uma carta com as próprias mãos (vale bilhete );
Tirou uma foto que amou;
Fez um novo amigo;
Teve um momento de perdão;
Teve um sonho divertido;
Tomou um porre;
Levou uma bronca;
Cantou;
Brincou com seu pet;
Recebeu um cafuné;
Fez um cafuné;



Se está lendo essa lista, já tem um ou muitos motivos para agradecer a Deus, ao universo, ao seu santo de devoção ou a vida. Nenhum dos itens listados tem q ver com os sofrimentos do ano. Mas cada um deles é um presente que podemos nos dar e dar aos que estão ao nosso redor. Se nada, nada disso aconteceu em sua vida neste ano.

Procure fazer a sua lista de gratidão e amplie sua visão sobre os motivos para ser grato.

A gratidão está em cada pequeno gesto que fazemos. E a cada dia há um motivo de sorrir e de ser grato. Um só! Preste atenção ao redor.

Momentos ruins precisam ser vividos para darmos ainda mais valor aos momentos bons. “Bora” contar os bons e simples momentos que eu ouso sempre chamar de bênçãos, dadivas ou pequenos presentes.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.