Desenvolvimento PessoalO SegredoVida Plena

Livre-se do peso do medo…

livre se do peso do medo

Olá amigos…



Quantas vezes deixamos de realizar por causa do medo, ou pior ainda, quantas vezes deixamos de tentar por estarmos paralisados.

É o medo paralisa, sufoca, incomoda, mas você já parou para pensar sobre ele.

Na verdade quando ele vem com toda a sua força não conseguimos analisá-lo com olhos críticos, mas a partir de agora faça isso. Questione, duvide, desafie este poderoso limitador.


Primeiro, perceba que é uma sensação ligada ao futuro, e comece a analisar quantas vezes você o sentiu com tanta intensidade e quando chegou na hora não era bem aquilo.

O medo enquanto uma sensação biológica tem sua razão de ser, nos protegemos de acontecimentos que poderiam ser prejudiciais, Mas quando ele começa a tomar conta de nossas vidas e passa a agir como limitador ai se torna prejudicial. Nós muitas vezes nos encontramos em uma zona de conforto e por mais que este estado não é bem aquele que almejamos, o medo da mudança consome, fazendo com que continuemos naquela situação. Muitas vezes ficamos tristes, deprimidos, outras vezes extremamente ansiosos, mas continuamos ali, parados. Pensar em mexer dói, trava, o medo te move. E esta sensação é desagradável.

Quer mudar de emprego, quer mudar de cidade, um novo relacionamento, um término de relacionamento, seja lá o que for, tente…Todas nossas atitudes trazem consequências, mas vale a pena o risco, porque junto dele vem a realização. Sentimento de alivio, e na maioria das vezes a percepção que aquele medo que era um monstro gigantesco, não passava de um gatinho manso.

Acredite que você é capaz de realizar e assumir as consequências dos seus atos. A vida é isso, viver é isso, não passe pela vida sem realizar.


O medo é muito intenso? Comece pelos pequenos desafios e vá se fortalecendo cada vez mais. Você é capaz. Descubra seu centro de poder. É fácil, olhe para dentro de si, ele está ai, brilhando esperando para ser utilizado. Acredite…

LIBERTE-SE…

Ficar sem amigos é tão prejudicial à saúde quanto fumar, mostra estudo de harvard

Artigo Anterior

Nem você é para tanto, nem eu para tão pouco

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.