Notícias

Ludmilla é criticada ao falar de situação financeira: “Gastar dinheiro”

Foto: Instagram
ludmilla 1

Ludmilla, de 27 anos, incomodou usuários de uma rede social ao comemorar o dinheiro gasto que conquistou com o seu trabalho. Eles pontuaram que nem todos têm a possibilidade de usufruir da mesma situação que a cantora.

Em uma postagem no Twitter, Ludmilla escreveu a seguinte mensagem: “Vivendo minha melhor fase. Nada melhor do que trabalhar muito e ter dinheiro para gastar!”, declarou a cantora.

No entanto, foi o que bastava para alguns usuários reclamarem da publicação da cantora. “Ela tendo dinheiro para gastar e povo trabalhando igual um trem doido para pagar 400 reais em ingresso. Ela vai estar em Maldivas, e vocês vai aonde?”, disse um. “No caso o seu sobra muito para gastar”, escreveu outra.

“Verdade, mas infelizmente essa realidade é para poucos, pouquíssimo”, avaliou outra. “Trabalhar muito? Na real quem trabalha muito mal tem dinheiro para comer e ter um teto. Imagine gastar?”, questionou outro. “Ela em Maldivas e eu no open bar do Numanice comendo miojo o mês todo”, ironizou outro. “Eu trabalho horrores e ainda estou sem dinheiro para gastar”, disse outro. “Lembra dos brasileiros, eles passam fome”, afirmou uma quarta pessoa.

Screenshot 17 2

Direitos Autorais: Reprodução/Twitter

Screenshot 18 2

Direitos Autorais: Reprodução/Twitter

Screenshot 19 2

Direitos Autorais: Reprodução/Twitter

Apesar das críticas, a cantora também recebeu parabéns e foi defendida pelos fãs, inclusive da esposa Brunna Gonçalves. “Você merece isso e muito mais meu amor!”, disse ela. “Todo mundo apedrejando horrores a Lud, mas ninguém fala das blogueiras brancas que gastam fortunas em Balenciaga só pelas risadas. Muito fácil atacar uma mulher negra que está aí na estrada correndo atrás do dela há anos, quem vê close, não vê corre”, afirmou um fã.

Screenshot 20 1

Direitos Autorais: Reprodução/Twitter

“Acho massa o respeito que você tá conquistando, Ludeca. Está suando para conquistar o lugar que merece. Dinheiro é bom, mas um legado é um legado!”, comentou outro.