ColunistasComportamentoReflexão

Lugar de passado é onde você quiser!

sensivel2

Me permito guardar fotografias. Mas, não me permito guardar lágrimas, as deixo livres.



Me permito guardar um amor em silêncio, mas não me permito guardar mágoas escandalosas.

Me permito sofrer, nunca me permiti fingir alegria.

Não costumo retirar o que eu disse; E não apago o que eu escrevi.


Acho que no fundo, tenho um orgulho bobo da mina história…pois eu sempre me permiti viver.

Não gosto da premissa que “lugar do passado é no passado”, porque sempre achei que se não fosse o meu passado, eu não seria quem eu sou hoje. Foi graças às minhas escolhas no passado, que eu cheguei até aqui. E por mais que tenha escolhido errado um monte de vezes, essas escolhas me trouxeram até mim. Eu aprendi com as escolhas erradas; Eu prendi a ficar de boca fechada, eu aprendi a andar devagar. Então fui tudo aprendizado! É tudo bagagem de vida, então, meu passado, é sim, muito válido pra mim. Hoje, eu me permito gostar de mim, exatamente do jeito que sou. Acho que me acostumei comigo. Percebi que mudei muito, mas que possuo características imutáveis e que, quem quiser ficar, vai ter que se acostumar também.

Lugar de passado é aonde a gente quer que seja, o passado é nosso, oras! E eu me permito visitá-lo com certa frequência, não só para reviver momentos maravilhosos, mas para rever meus erros, rever os maus bocados que passei. Gosto de voltar da viagem com aquela sensação de “Ufa! Olha quanta coisa me aconteceu cara, quanta coisa eu fiz, e continuo aqui, de pé!”, me dá uma leve sensação de paz porque eu me convenço que realmente não foi sempre fácil, mas que eu sou capaz de muita coisa, e isso me dá forças para seguir em frente. Digamos que hoje eu confie em mim!

Precisamos rever os dois filmes, sempre! O da glória, o da vitória; E o da derrota e da dor. Desta forma não nos enaltecemos demais, nem nos subestimamos, nos damos o real valor. E se anularmos os tropeços e os erros, estaremos então, anulando a maior parte do aprendizado. Porque a vida, sem sombra de dúvidas, é a melhor escola que existe.


Você pode passar anos na faculdade e não saber nada sobre generosidade; Você pode terminar seu MBA sem a menor noção do real significado da palavra ‘complacência’. Você pode ainda trabalhar numa super multinacional e desconhecer completamente o verbo SOMAR.

Essas lições, é a vida que nos ensina, com as suas excelentes professoras chamadas “Rasteiras”. As Rasteiras servem para nos mostrar tudo aquilo que não aprendemos corretamente só com o enorme amor que recebemos em casa. As Rasteiras nos fazem lembrar dos conselhos das nossas mães. Elas não pegam de surpresa, mas um dia, aprendemos a cair e o fundamental: A levantar!

Deixa teu passado presente, só não permite que ele interfira demais no teu futuro, nem tudo que foi bom no passado, será bom pra sempre, porque estamos em constante mutação, em constante evolução, nós e o planeta inteiro, tudo que está vivo, que tem energia. Só não muda quem não vive, quem não quer viver.

Não tenha medo. Nem do teu passado, nem do hoje e muito menos do que nem aconteceu ainda! Queira VIVER!


Teu diploma não vai adiantar, se você não tiver Know-How de VIDA. Acredite, palavra de uma P.H.D em Rasteiras!

Aceitar: uma atitude de equilíbrio!

Artigo Anterior

Plantas e energias…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.