Notícias

Luísa Sonza prova que nem joelheira segura potência de suas coreografias

Foto: Reprodução
CAPA SITE Luisa Sonza prova que nem joelheira segura potencia de suas coreografias

Luísa Sonza usou as redes sociais para provar ao público que se dedica ao máximo em suas coreografias. Além da icônica dança do hit “Anaconda”, do álbum “Doce 22”, agora o remix “SentaDONA” lançou um novo desafio para a cantora e seus fãs.

Em publicação no Twitter, a gaúcha compartilhou uma foto de suas pernas logo após um dos shows que contou com a performance da nova música. Mesmo usando joelheira, Luísa ficou cheia de hematomas após se jogar no chão literalmente.

Em resposta à cantora, os fãs mostraram que estão na mesma situação e publicaram registros do “estrago” que as coreografias têm feito em seus joelhos. “Já aprendi a lição”, escreveu um dos perfis.

A noite da última quinta-feira (17) foi marcada pelo lançamento do mais novo álbum de Matheus e Kauan e um show especial. Intitulado “Se Melhorar Estraga”, o disco coroa a primeira década de carreira da dupla com 14 faixas inéditas e uma regravação de “Ser Humano ou Anjo”, em homenagem à Marília Mendonça, que nos deixou em novembro.

Dentre diversos convidados especiais, Luísa Sonza foi prestigiar a dupla sertaneja e acabou fazendo uma pequena participação no pocket show. O detalhe é que a cantora quis se aventurar no gênero de Matheus e Kauan e soltou a voz em uma versão do modão “Telefone Mudo”, do Trio Parada Dura.

O público presente ainda conseguiu conferir um trecho ao vivo do hit “Melhor Sozinha”, de “Doce 22”, além da faixa “Café da Manhã”, parceria com Ludmilla, que também foi cantada pela artista.

0 %