Notícias

“Como um milagre”: Mulher acorda do coma após médicos desligarem suporte de vida

capa como um milagre Mulher acorda do coma apos medicos desligarem suporte de vida

Um caso bastante curioso aconteceu na Inglaterra. Entenda melhor o caso!

O coma é um quadro que costuma despertar bastante desesperança nos familiares e amigos dos pacientes internados. No entanto, para Kate Green, isso não foi nada além de apenas um momento em sua trajetória.

Uma matéria do Daily Mail contou o interessante caso da mulher de 42 anos, que acordou de um coma e surpreendeu toda a equipe de médicos e também os seus familiares.

Tudo começou no dia 2 de dezembro do ano passado, quanto Kate e seu filho Stanley voltaram de um passeio à piscina e ela se queixou de uma dor de cabeça incomum. Poucos minutos depois de subir as escadas de sua casa, Kate estava deitada em posição fetal, dizendo ao marido que era incapaz de se mexer.

O homem relatou que Kate murmurava e espumava pela boca. Nesse momento, ele chamou uma ambulância, pois a situação parecia realmente grave.

Os paramédicos foram até a casa da família e acabaram levando a mulher até o Hospital Geral de Rotherham. Depois de análises, foi informado que ela havia sofrido uma hemorragia cerebral maciça, decorrente de um derrame, mas que não podia ser operada, uma vez que os riscos de um procedimento cirúrgico eram maiores do que os benefícios.

Além disso, também deram a chocante notícia de que a mulher poderia não sobreviver até o Natal. Kate estava paralisada e não conseguia respirar por conta própria.

Oito dias depois da internação, com Kate em coma e sem mostrar sinais de recuperação, os médicos lhe pediram para ligar para a sua família, dizendo que ela provavelmente não conseguiria respirar sozinha seu suporte de vida fosse retirado no dia seguinte.

No entanto, assim que a máquina foi desligada, algo surpreendente aconteceu. Chocando a todo mundo, Kate abriu os olhos e respirou fundo, deixando claro a todos que não estava pronta para deixar esse mundo ainda.

Os médicos ficaram muito felizes com o acontecimento, e disseram ao marido de Kate que se tratava de algo muito notável.  Esse foi o início da recuperação da mulher, depois de um derrame tão grave.

O marido disse que os médicos não tinham grandes expectativas para a paciente, porque o seu sangramento era muito grande, e é raro que pessoas com essa condição sobrevivam. Segundo eles, os médicos também acrescentaram que, se Kate tivesse que ser colocada de volta no ventilador, eles provavelmente teriam que discutir se continuariam mantendo-a viva.

Depois dessa mudança de jogo poderosa, o ventilador só foi necessário para fornecer cerca de 25% de seu oxigênio, já que ela voltou a respirar sozinha.

Após acordar, a inglesa começou a se comunicar através do olhar. Quando olhava para cima, queria dizer “sim”, e para baixo, “não”. Depois, soletrada palavras apontando letras em um quadro de alfabeto. Foi muito emocionante para o seu marido quando soletrou o seu nome, o de Stanley e a palavra ‘amor’.

Com o passar do tempo, Kate também passou a mover o lado esquerdo de seu corpo, começando com o polegar esquerdo, os membros e os dedos dos pés. O lado direito não está tão avançado, mas os sinais de melhora estão começando a surgir.

Ainda na ala de pacientes com AVC, logo ela será transferida para uma clínica de reabilitação. O marido conseguiu o dinheiro através de uma vaquinha online, que já soma mais de £36 mil em doações (equivalentes a R$216 mil).

Para o homem, que tem demonstrado um grande apoio à sua esposa, o que aconteceu foi “como um milagre”.

Os médicos também pontuam que a força de vontade da mulher foi fundamental para a sua recuperação. Ele adora correr e montou uma rotina de corrida em um parque de sua cidade natal. Ela segue se recuperando um pouco mais a cada dia, e encara a luta pelo retorno da mobilidade como uma verdadeira campeã.