Família

Mãe dá à luz bebê de 6kg após 24h em trabalho de parto: “Médicos achavam que eram gêmeos”

capa site Mae da a luz bebe de 6kg apos 24h em trabalho de parto Medicos achavam que eram gemeos
Comente!

Os médicos acreditam que ela seja a segunda maior menina já nascida no Reino Unido, seu tamanho assustou a equipe, que acreditava que ela esperava gêmeos.

O nascimento de um filho é o momento que pais e mães mais aguardam em suas vidas, podendo finalmente ver o lindo rostinho do pequeno depois de tanto tempo de espera. Por mais que uma grande quantidade de exames sejam feitos durante a gestação, não é possível saber qual é a aparência da criança, até que ela realmente venha ao mundo.

Para o casal Amber Cumberland, de 21 anos, e Scott Joy, de 22 anos, o nascimento da filha Emilia era uma das coisas mais aguardadas. O que acontece é que a mãe de primeira viagem e a equipe médica acreditavam que ela estava esperando gêmeos, de tão grande que era sua barriga. Mesmo depois de fazer o pré-natal correto, e os médicos só encontrarem um bebê, eles acreditavam que o outro estava “escondido”.

Mas, ao invés do “gêmeo surpresa”, Amber deu à luz a segunda maior menina já nascida no Reino Unido. De acordo com informações do tabloide The Sun, Emilia nasceu no dia 16 de abril, pesando cerca de 6 quilos. A mãe explica que os médicos tinham tanta certeza de que ela esperava gêmeos, que ela e o companheiro começaram a acreditar na hipótese.

Os dois contam que acabaram encarando a situação como brincadeira, sempre que saíam recebiam comentários sobre o tamanho da barriga de Amber e a quantidade de filhos que estavam esperando. Porém, na hora do parto, tiveram uma grande surpresa: só existia um bebê na barriga da mãe, e era muito grande.

2 Mae da a luz bebe de 6kg apos 24h em trabalho de parto Medicos achavam que eram gemeos

Direitos autorais: reprodução Facebook/ Scott Joy

Os médicos estavam em choque com a situação e riram à beça quando perceberam que os gêmeos eram apenas Emilia, uma bebê que consideram ser a segunda maior do Reino Unido, presando seis quilos. Os pais ficaram muito felizes por ser apenas uma filha, principalmente porque nasceu com muita saúde.

A mãe conta que foi apenas a partir do terceiro trimestre que a filha começou a crescer além do esperado, atingindo o tamanho de um bebê de 36 semanas quando tinha apenas 32 semanas de gestação. Scott conta que precisou ficar 42 horas no estacionamento do Hospital John Radcliffe, em um hiato de três dias, devido às restrições da Covid-19.

3 Mae da a luz bebe de 6kg apos 24h em trabalho de parto Medicos achavam que eram gemeos

Direitos autorais: reprodução Facebook/ Scott Joy

Amber passou 24 horas em trabalho de parto, e Emilia acabou vindo ao mundo por uma cesariana de emergência. A mãe atingiu apenas oito centímetros de dilatação, e explica que não conseguia ir mais longe, e seu maior medo era que a filha acabasse descendo ainda mais, chegando a um ponto onde os médicos já não conseguiriam fazê-la subir novamente assim que percebessem seu tamanho.

Foram necessárias duas pessoas para retirar Emilia da barriga de Amber, e as roupas que os pais levaram para a maternidade acabaram nem servindo na menina. Felizmente, eles tinham algumas roupas maiores que tinham colocado na mala da criança, mas os médicos tiveram que procurar na ala pediátrica fraldas maiores, já que a criança não cabia nas de sua idade.

4 Mae da a luz bebe de 6kg apos 24h em trabalho de parto Medicos achavam que eram gemeos

Direitos autorais: reprodução Facebook/ Scott Joy

Mas a gestação não foi assim tão fácil. Amber conta em entrevista que a filha era tão grande que sua pele estava muito fraca por ter sido esticada demais. Ela teve muitas estrias e explica que, caso se levantasse rápido demais, poderia vê-la se rompendo. Seus músculos abdominais se dividiram completamente, e os médicos quase não conseguiram distingui-los durante a cirurgia.

O peso de Emilia era tão grande que sentia com frequência dor no nervo ciático, precisando viver à base de comprimidos em muitos momentos, aliviando também a pressão que sentia nos quadris e nas pernas. Logo depois do nascimento da filha, outras complicações acabaram surgindo, a mãe explica que ainda possui muita pele sem nenhuma sensibilidade em volta do umbigo, como se os nervos tivessem “simplesmente desistido”.

Sem conseguir pegar a filha no colo ou sequer amamentá-la nos primeiros meses, foi preciso muita cautela para que todos os órgãos voltassem ao lugar certo, além de esperar os pontos fecharem. Mas ela conta que isso tudo ainda não é capaz de fazê-la repensar a maternidade, ainda assim se sente muito feliz pela filha ter nascido com saúde.

Comente!

Quando atingem os 40, as mulheres se sentem mais inteiras, sábias e seguras!

Artigo Anterior

Dona de casa registrou tudo o que faz durante o dia após marido a acusar de ser preguiçosa

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.