Notícias

Mãe de 34 crianças conta como é sua rotina: “O dia começa às 4h da manhã”

Foto: Reprodução
mae

Tusaiwe não imaginava que, ao se tornar mãe solo adolescente, estaria começando uma jornada que ajudaria várias outras famílias, com crianças pequenas e mulheres vulneráveis, no Malauí, na África. Mas foi exatamente o que aconteceu. Hoje, aos 23, além do próprio filho, agora com 6 anos, ela toma conta de outras 33 crianças, com idades entre 5 meses e 17 anos. Pelo TikTok, ela compartilhou um pouco de como é o dia a dia, que começa agitado, às 4h da manhã.

“Sou a única que cozinha para as crianças menores de 5 anos e cada uma tem suas próprias tarefas matinais”, explica ela, que é fundadora da ONG You Are Not Alone (Yana). Tusaiwe prepara dezenas de sanduíches, jantares e sucos para todos.

As crianças vão para a cama às 19h, mas é aí que começa o turno da noite. Mães e pais de bebês entenderão! Eles acordam e ela precisa levantar com eles, todas as vezes. “Tenho que alimentá-los e também trocar as fraldas, além de me preparar para o trabalho e para o dia seguinte”, explica.

Em outro vídeo, ela mostra como lava todas as roupas das crianças. A quantidade é imensa! E tudo é lavado à mão. “Espero que, um dia, quando começarmos a construir os hostels, tenhamos uma lavanderia”, escreveu, na legenda. Os filhos mais velhos ajudam nessa tarefa. “Nós temos uma máquina de lavar, mas ficamos no vilarejo onde água encanada e eletricidade são um problema. Não me entendam mal, temos água encanada e eletricidade, mas não funcionam 24 horas”, explicou.

Screenshot 15 6

Direitos Autorais: Reprodução/Tiktok

Além da Yana, a jovem criou uma instituição chamada Empowering Young Mothers (“Empoderando Jovens Mães”, em tradução livre), que fez com que ela se reunisse com outras meninas para se ajudarem de várias formas. Uma das ações foi criar uma pré-escola. Tusaiwe teve a iniciativa porque percebeu que as mães estavam com dificuldades de pagar a taxa escolar de US$ 1 e decidiu fazer algo para ajudar.

Para financiar os trabalhos, Tusaiwe tentou ajuda do governo, mas não obteve sucesso. A instituição é mantida em funcionamento por meio de doações de pessoas e empresas de vários lugares do mundo.

Screenshot 16 7

Direitos Autorais: Reprodução/Tiktok

0 %