Notícias

Mãe de Paulo Gustavo se emociona em inauguração de estátuas: “Muita emoção”

img destaque paulo

Na tarde desta segunda-feira (22), foram inauguradas duas estátuas em homenagem à Paulo Gustavo. Uma retrata o ator, e outra, sua personagem mais marcante: Dona Hermínia. O pano que cobria as obras de arte foi puxado por Déa Lúcia Amaral, mãe do artista.



Déa Lúcia, que foi a principal inspiração para a criação da personagem Dona Hermínia, chegou à cerimônia numa cadeira de rodas após sofrer um acidente doméstico.

paulo1

Foto: Reprodução

Sobre o acidente, ela comentou: “Gorda, com 74 anos, afobada para resolver a ventania, puxei com toda a força a porta da área para dentro da cozinha e a maçaneta saiu na minha mão. Vim catando cavaco. Tentei me segurar na pia, me virei e bati com o joelho. Fui para o hospital. O joelho está imenso, mas não houve fratura. Está muito inchado, eu tenho artrose. Tive que imobilizar, mas falei ‘Nada vai me deter, eu vou a Niterói. De cadeira de rodas, mas eu vou’”, afirmou.


paulo2

Foto: Editora Globo

Emocionada, ela também falou sobre a série de homenagens ao filho pela cidade.

“Não vi nada. Tudo vai ser surpresa pra mim. Ele amava Niterói. Muita emoção com a placa, a rua, e com a estátua. Eu mesma cantei muitas vezes aqui na varanda do Campo de São Bento com meu conjunto, Dose Dupla”, contou ela.

O momento contou com a presença de muitos fãs do artista, que acompanharam a inauguração e gritavam sobre Paulo: “Ele merece!”. O ator foi infectado pela Covid-19 e não resistiu às complicações, partindo aos seus 42 anos, em maio deste ano.


Mãe de Marília Mendonça flagra o neto soltando a voz: “Vai conquistar o mundo”

Artigo Anterior

Professora da rede pública acertou tema da redação do Enem em exercício com alunos

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.