Comportamento

Morre mãe de Ronaldinho Gaúcho, vítima de covid-19: “Ela foi inspiração de força e alegria”

Dona Miguelina foi internada no centro de tratamento intensivo (CTI), dia 21 de dezembro e, cerca de dois meses depois, não resistiu às complicações de covid-19 e faleceu, aos 71 anos.



Miguelina de Eloi Assis Moreira, mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, morreu vítima do novo coronavírus, no dia 20 de fevereiro, no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre (RS). Internada desde a segunda metade de dezembro de 2020, Ronaldinho já havia se manifestado em suas redes sociais sobre o caso.

Segundo o UOL, o ex-jogador publicou que a mãe havia sido diagnosticada com covid-19, mas que todos estavam na luta para que ela se recuperasse o quanto antes. Explicou que Miguelina estava no CTI, recebendo todos os cuidados necessários, e agradeceu a todas as orações, boas energias e carinho que as pessoas demonstraram no período. A publicação foi removida da sua página.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ronaldinho.


A notícia da morte de Dona Miguelina provocou reação imediata nas redes sociais. Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte (MG) e ex-treinador do Atlético-MG, manifestou sua compaixão com Ronaldinho. Em sua página do Twitter, Kalil manifestou seus sentimentos ao ex-atleta e disse que sabe o que é perder uma mãe.

Direitos autorais: reprodução Twitter/@alexandrekalil.

O Clube Atlético Mineiro também se manifestou publicamente, já que possui muita história com o ex-jogador e, consequentemente, com sua mãe. Em 2012, enquanto a mãe do astro se recuperava de um tratamento contra um câncer, a torcida do Galo levou para o jogo uma bandeira enorme com o rosto de Miguelina.

Direitos autorais: reprodução Twitter/@Atletico.


A morte de Dona Miguelina aconteceu um dia depois de Porto Alegre ser classificada como bandeira preta, a fase mais restritiva do combate ao coronavírus. O governo do Estado explicou que a classificação indica um risco altíssimo de colapso na área de saúde e alta propagação do vírus.

Desde então, o governador Eduardo Leite (PSDB) suspendeu a atividade geral em todo o Estado, das 22h às 5h, e determinou que os serviços inessenciais deixem de funcionar. Entre eles estão o comércio varejista e atacadista, academias, clubes, salões de beleza e pet shop.

Até a noite do dia 20, Porto Alegre havia registrado 85 mil casos de covid e cerca de 2.300 mortes. Na capital, a taxa de ocupação dos 21 hospitais que atendem aos casos do novo coronavírus estava em 84,1%, o que denota a urgência de se tomarem providências impedindo um colapso.

Em sua página do Instagram, o ex-jogador agradeceu a todas as pessoas que lhe ofereceram apoio e carinho em um momento tão difícil, e explicou que sua mãe era símbolo de força e alegria para todos que a conheciam, e afirma que ela continuará sendo luz na vida de todos para sempre.


 




Ver essa foto no Instagram


 

Uma publicação compartilhada por Ronaldo de Assis Moreira (@ronaldinho)

Comente e compartilhe nas suas redes sociais!

Homem em situação de rua alimenta e zela pelo seu cão cadeirante: “Ele não pode se defender sozinho”

Artigo Anterior

Estas orquídeas parecem “guardar bebês” em seu interior. Um espetáculo da natureza!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.