Comportamento

Mãe desabafa por marido se negar a cuidar de filho com covid: “Me chamou de todos os nomes possíveis”

4 Mae desabafa apos marido se negar a cuidar de filho com Covid Me chamou de todos os nomes possiveis

A mulher usou um fórum de pais e mães para desabafar sobre suas insatisfações em relação ao marido, o qual se recusa a cuidar do filho com covid-19.



Quando um filho fica doente, os pais sabem o tamanho da dificuldade a enfrentar. Além de precisar lidar com a doença em si, que envolve cuidados médicos, consultas, gastos com remédios, mudanças na alimentação, em alguns casos repouso, também precisam organizar muito bem para que a criança fique acompanhada em casa, já que, na maioria dos casos, ela não pode continuar indo à escola por um período.

Não são todos os trabalhos que demonstram flexibilidade com a ausência dos funcionários em casos de urgência médica com os filhos, o que demonstra completa insensibilidade por parte dos patrões.

Mas é possível perceber um movimento cultural que torna as coisas ainda mais complexas no cenário da criação infantil: na quase totalidade das vezes, é a mulher quem precisa tirar alguns dias de folga para acompanhar as crianças em consultas e emergências.


Inclusive, como a distribuição de tarefas domésticas e cuidado de pessoas não são igualitários entre os casais, as mulheres chegam a ser discriminadas em potenciais empregos e até perdem vagas importantes porque os patrões acreditam que elas vão se ausentar demais por conta das crianças.

Talvez se a divisão de trabalhos fosse equilibrada, além de não existir preconceito, os homens também poderiam exercer funções mais importantes, permitindo às companheiras valorizar também a própria carreira profissional.

Esse é justamente o caso que aconteceu com uma mulher que preferiu não se identificar em um fórum online. Insatisfeita com o rumo que as coisas em sua vida familiar estavam tomando, ela decidiu desabafar anonimamente no Mumsnet, um site destinado a pais e mães. Ela explicou em um tópico que seu filho tinha testado positivo para covid-19, por essa razão, precisaria ficar em casa, isolado, por 10 dias no mínimo.

A medida adotada é completamente comum nesta pandemia, sendo que, em algumas instituições, o período de afastamento pode ser ainda maior. Trabalhando meio período em uma escola, ela explicou que o diretor da instituição é extremamente flexível e compreensível, mas que prefere ver que o casal se reveza para cuidar dos filhos.


Como o marido trabalha em período integral, ela acredita que eles poderiam se ajustar durante a semana, sendo que ele folgaria nalguns dias e ela nos demais. Mas a sugestão não foi bem aceita pelo companheiro que, segundo ela, ficou extremamente nervoso e a xingou de vários nomes possíveis. Além de se recusar e ofendê-la, ele ainda acredita que o cuidado do filho tem que ser exclusivamente dela.

Conforme explica em sua reclamação, a mãe aceitou trabalhar meio período com a “desculpa” de que ainda teria tempo para o filho, mas percebeu que acabou com muito mais trabalho do que se apenas ficasse em casa. Todas as demandas de cuidados infantis, afazeres domésticos e administração da casa continuam sob seus cuidados, mesmo que tenha assumido um emprego remunerado fora do ambiente doméstico.

Para o marido, a explicação é lógica, como ele trabalha em período integral, não pode se responsabilizar por nenhuma demanda da casa em que vive nem do próprio filho, cabendo apenas à esposa o dever de se ajustar da maneira que conseguir.

De maneira exasperada, a mulher pergunta se ele está sendo razoável com suas reclamações ou se ela está certa em exigir que ele aprenda a dividir as funções domésticas e as demandas com o filho.


Como o fórum é aberto a respostas, muitos usuários ficaram incrédulos com o relato da mulher e perguntaram se ela pretende ficar com ele por muito mais tempo. De maneira unânime, as pessoas insistiram que ela estava em um relacionamento abusivo e deveria tomar providências o quanto antes para encerrar a questão com um divórcio.

A explicação não se baseou apenas na negativa em ficar com o próprio filho, mas na maneira como a tratou por apenas pedir que tirasse alguns dias de folga, sendo que esse era o maior problema que estavam enfrentando.

O primeiro animal que você encontrar revela quão manipulador você é!

Artigo Anterior

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.