Comportamento

Mãe descobre câncer no rim em filho de 18 meses: “Sabia que algo estava errado”

Capa Mae descobre cancer no rim em filho de 18 meses Sabia que algo estava erradojpg

Emma Rigby e o marido Dan, pais do bebê James, apressaram-se para descobrir o motivo da doença do pequeno, então veio o temido diagnóstico: câncer.



Uma mãe cujo filho de 18 meses foi diagnosticado com um tipo de câncer renal disse que sabia que algo estava errado antes mesmo de receber o diagnóstico devastador.

Emma Rigby, de 25 anos, e seu parceiro Dan Eastwood levaram o filho às pressas para o Hospital Leighton, em Cheshire, na Inglaterra. A criança ficou muito doente, com febre alta.

Emma disse que James raramente ficava doente, o que a levou a suspeitar que algo não estava certo.


A equipe do Hospital Leighton deu antibióticos a James imediatamente para manter seus sinais vitais estáveis. Mas depois de três horas, chamou uma ambulância e o encaminhou ao Alder Hey Children’s Hospital, em Liverpool; o caso era de emergência.

Conforme informações do portal de notícias Mirror, já aos cuidados do hospital, James fez um ultrassom para descobrir a causa de sua doença repentina. James foi diagnosticado com um tumor de Wilms, um tipo de câncer renal que se manifesta em crianças.

No Reino Unido, as métricas mostram que cerca de 70 crianças desenvolvem um tumor de Wilms a cada ano, afetando geralmente as menores de 5 anos. No Brasil, a doença corresponde a cerca de 7% de todos os tumores renais pediátricos.

De acordo com informações levantadas pelo portal, as células estão envolvidas no desenvolvimento dos rins da criança enquanto estão no útero. Elas geralmente desaparecem no nascimento, mas em muitas crianças com tumor de Wilms, aglomerados de células primitivas de rins, chamados de restos nefrogênicos, ainda podem ser encontrados.


2 Mae descobre cancer no rim em filho de 18 meses Sabia que algo estava errado

Direitos autorais: reprodução/Liverpool Echo.

O tumor pode sangrar levemente e irritar os rins, provocando dor. A criança também pode ter febre alta, dor de estômago, perda de peso ou falta de apetite, de acordo com informações encontradas no site da NHS, um serviço de saúde do Reino Unido.

A doença foi provocada pela ruptura do tumor, disse sua mãe. Emma recorda-se que o pequeno ficou fora de si por quatro dias. O bebê precisou de duas transfusões de sangue enquanto estava na unidade de alta dependência e, em seguida, submeteu-se a quimioterapia por seis semanas.

A mãe afirmou que o pequeno parecia responder bem ao tratamento, dizendo que assim que a quimio começou, foi como se toda a energia dele voltasse imediatamente. Cinco semanas depois da quimioterapia, os especialistas ficaram chocados ao descobrir que o tumor havia encolhido mais da metade. Emma disse que, mesmo confiantes, ninguém esperava tais resultados.


A família, de Northwich, em Cheshire, ficou aliviada com a rapidez com que James se recuperava. Emma disse que, embora estivesse sendo tudo muito difícil, ela e o marido se confortavam em saber que todos estavam rezando pela recuperação do pequeno James. A família é bastante religiosa.

De acordo com seus pais, James tem sido muito positivo durante todo o tratamento. Mesmo quando estavam chateados com a situação, eles se lembravam do menino sempre com um sorriso no rosto.

A mãe foi só elogios para a equipe do hospital Alder Hey pelo tratamento do seu filho. A cirurgia ocorreu em 28 de outubro. James deixou o hospital menos de um mês depois, em 3 de novembro. Ele precisará fazer quimioterapia por pelo menos mais seis meses, apenas para garantir que todos os vestígios do tumor sejam removidos de seu corpo.


Deolane Bezerra vai fazer campanha para Lula em 2022

Artigo Anterior

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.