Comportamento

Mãe é acusada de negligência por deixar filha de 4 anos quase morrer por infestação de piolhos

Policiais encontraram a criança sem conseguir andar por causa de grave infestação de piolhos, que drenavam o oxigênio do seu organismo. A mãe foi detida.



Em Indiana (Estados Unidos), um caso que chocou os policiais e a população vem sendo noticiado nos últimos dias. Uma mãe de 26 anos foi presa acusada de negligência com a filha de 4 anos. O motivo? A menina teve uma gravíssima infestação de piolhos, que resultou em transfusões de sangue.

Pode parecer estranho, mas os médicos do hospital de Scottsburg explicaram que a menina precisou de quatro transfusões de sangue, já que seu oxigênio estava perigosamente baixo. Os profissionais ainda afirmaram, segundo reportagem do The Sun, que ela quase morreu, dada a gravidade do caso. Nenhum dos profissionais que tiveram contato com a menina já tinha visto algo parecido.

A mãe Shyanne Nicole Singh, que tem outra filha de 6 anos, também infestada de piolhos, explicou aos policiais que ela não conseguiu administrar a situação e buscar tratamento médico para as meninas. A avó chegou a perguntar como as meninas chegaram àquele ponto, e a mãe respondeu apenas que não tinha percebido que elas estavam com os parasitas, já que estava apenas vivendo em “uma névoa”.


A situação era tão grave, que a caçula não conseguia andar, já que os parasitas haviam drenado muito oxigênio de seu sangue. Os médicos aferiram os níveis de hemoglobina da menina e revelaram que foi o menor resultado que já viram.

A hemoglobina é uma proteína-chave, que transporta oxigênio através do corpo para os órgãos, além de eliminar dióxido de carbono. Os níveis saudáveis chegam a cerca de 12 gramas por decilitro, mas os da menina eram de apenas 1,7 grama por decilitro, nível “quase fatal”.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Shyanne Nicole Singh.

Os funcionários da escola explicaram que a filha mais velha foi enviada à instituição por três dias consecutivos com piolho, em março. A escola informou à mãe, mas depois do evento, a menina faltou por cerca de 31 dias, sem nenhuma explicação.


O serviço infantil local deixou a custódia das meninas sob responsabilidade dos avós. Segundo a avó, as crianças teriam pegado piolho em novembro de 2020, e explicou que a mãe não tomou nenhuma providência porque tinha “preguiça” de pentear os cabelos das filhas.

Shyanne foi acusada de negligência de dependente, que resultou em lesão corporal grave. Segundo informações, a mãe deve se apresentar ao tribunal pela primeira vez no dia 14 de maio.

Direitos autorais: reprodução/Scott County Jail.

Casos graves de infestação de piolhos (ou outros parasitas com as mesmas características) podem acarretar anemia, já que o corpo humano fica sem células sanguíneas saudáveis em quantidade suficiente para transportar oxigênio para os tecidos e os órgãos. O que você acha deste caso? Comente abaixo e compartilhe-o nas suas redes sociais!


Brasileira trabalha limpando túmulos em cemitério para ajudar mãe doente. Não se envergonha do trabalho!

Artigo Anterior

“Heroína!” Policial salva menininha de 4 anos atingida em tiroteio

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.