Comportamento

Mãe é chamada na escola porque a primeira frase que o filho escreveu foi: “Eu gosto de vinho”

capa Mae e chamada na escola apos filho escrever a primeira frase Eu gosto de vinho

Kristy ficou completamente chocada e sem palavras antes de questionar onde seu filho havia escutado aquela frase.

Ao fim de um dia de aula, uma conversa casual e inesperada com a professora do filho tomou um rumo hilário e completamente chocante para uma mãe. A britânica Kirsty Jordan-Smith, de Somerset, na Inglaterra, não sabia o que esperar quando a professora de Finlay a chamou para conversar. Ela sabia que a criança de apenas 5 anos podia ser um pouco “turbulenta”, e se preparou para uma conversa sobre o seu comportamento, mas a história tomou um rumo bastante diferente.

A educadora pegou seu tablet e mostrou para a mãe uma foto de um pedaço de papel onde Finlay havia escrito sua primeira frase: “Eu gosto de vinho”. Kisrty Jordan-Smith, que é mãe de dois, ficou completamente chocada e sem palavras, antes de perguntar ao filho onde havia escutado aquela frase, já que ela não toma vinho e, em vez disso, bebe vodca com Coca-Cola. Ela jurou guardar aquela primeira frase para quando o filho ficar mais velho, pois possivelmente será um sommelier, brincou ela.

A mãe, de 39 anos, contou ao Mirror que o pequeno é uma figura e não fazia ideia de onde ele tirou aquilo. Ainda segundo a mãe, a professora a chamou na frente de todos os outros pais e seu primeiro pensamento foi que talvez ela havia feito algo de errado, mas ao invés disso, apenas pegou o tablet e lhe mostrou a primeira frase de Finlay.

Kirsty Jordan-Smith ainda conta que começou a rir, pois foi hilário ver que essa foi a primeira coisa que ele escreveu. A mãe acrescenta que seu filho havia escrito sem ajuda e com perfeição, e que aquilo tudo ainda era um mistério total, pois a professora havia dito coisas de que eles poderiam gostar, como animais ou chocolate quente. Então, ela também ficou surpresa e sem ideia de onde isso veio.

A mãe também afirma não beber com frequência, então não há como o pequeno ver garrafas e rótulos pela casa, então ela perguntou a Finlay se ele sabia o que era vinho, e ele disse que não. Ela explicou que era álcool e o garoto ficou “mortificado”, pois sabia que não poderia beber. E acrescentou que ele sai com coisas que os fazem olhar e se perguntar de onde aquilo veio. Kirsty afirma que seus amigos e familiares quase não ficaram surpresos com sua postagem, pois todos sabem quão “figura” seu filho é.

No início das aulas do pequeno, Kirsty afirma que temeu que Finlay não se acomodasse na escola, ela conta que o garoto de 5 anos começou a recepção em setembro e que não estava muito entusiasmado com a ideia de ir para a escola, por isso ela estava um pouco nervosa, mas ele foi levando isso como um “pato na água” e agora ele adora o local e sua professora, e passou de não querer se sentar em casa para ler e escrever.

O primeiro dia de aula é muito importante, é um novo passo numa nova fase de aprendizado, gera muita expectativa nos pais e nas crianças. É a partir desse momento que o mundo de uma criança começa a ser ampliado e transformado com todas as experiências dos ambientes escolares. Mas é algo que também pode trazer insegurança, nervosismo, tensão, pois é uma mudança de hábito.

Segundo Kirsty, no primeiro dia de aula do pequeno, ela lhe perguntou como havia sido, e ele respondeu que estava tudo bem e que havia “se casado com duas meninas”. A mãe conta que começou a rir e que seu filho é uma espécie de lenda na escola.

0 %