ColunistasFamília

Mãe é orientação, abrigo e alento. É amor infinito

kelly sikkema Z4GKcFAGck4 unsplash

Aprendemos com elas a querer o bem para os filhos acima de tudo e que a alegria, o riso, a vitória do seu filho são delas também.



Mãe é sinônimo de proteção, de afeto. Quando estamos em perigo, com dificuldade, a primeira pessoa em quem pensamos e da qual queremos estar junto, perto, a quem ligamos para falar como nos sentimos é a nossa mãe.

Perto ou longe, temos a certeza de que nos orientará em nossas dúvidas e medos, e estará ao nosso lado sempre, vibrando para o nosso melhor.

Aprendemos com elas a querer o bem para os filhos acima de tudo e que a alegria, o riso, a vitória do seu filho são delas também. Seu amor incondicional é o mais sublime de todos os sentimentos.


Podem ir para o norte, sul, para o leste ou para o oeste que não conseguiremos entender essa dedicação sem fim ou encontrar um amor semelhante. É realmente incomparável.

Mãe abriga, dá alento, socorre, cura feridas com beijinhos, dá abraços curativos. Nas febres, fica ao lado na cama, aferindo a temperatura de meia em meia hora, independentemente do seu cansaço. Sua missão é muito maior, é garantir que aquele ser, seu filho, melhore, fique bem, cure-se.

Mãe é amor, é amor infinito.

E às mães que já não estão entre nós, um singelo agradecimento, um pensamento de muita luz e amor para elas, porque onde estão, com certeza, estão vibrando com seu amor que não tem fronteiras, ultrapassa a vida e a morte. Agradecimentos carinhosos e uma emanação de luz.


E pedimos agora à mãe de todos, a mãe das mães, Maria de Nazaré, a mãe de Jesus, que olhe por todos nós, que interceda por nós junto a Jesus e nos traga alívio neste momento, cuidando do coração e da vida de cada um de nós, trazendo-nos o seu infinito amor, a sua paz, que nos proteja, nos cubra com seu manto sagrado.

Pedimos a sua fé, esperança para vencer mais este momento. Abençoe, mãe Maria de Nazaré, todos nós.

Cantemos e oremos juntos:

Nossa Senhora (Roberto Carlos)


Cubra-me com seu manto de amor

Guarda-me na paz desse olhar

Cura-me as feridas e a dor me faz suportar

Que as pedras do meu caminho


Meus pés suportem pisar

Mesmo ferido de espinhos, me ajude a passar

 

Se ficaram mágoas em mim


Mãe tira do meu coração

E àqueles que eu fiz sofrer, peço perdão

Se eu curvar meu corpo na dor

Me alivia o peso da cruz


Interceda por mim, minha mãe, junto a Jesus

 

Nossa Senhora, me dê a mão

Cuida do meu coração


Da minha vida, do meu destino

 

Nossa Senhora, me dê a mão

Cuida do meu coração


Da minha vida, do meu destino

Do meu caminho

Cuida de mim

 

Sempre que o meu pranto rolar

Ponha sobre mim suas mãos

Aumenta minha fé e acalma o meu coração

Grande é a procissão a pedir

A misericórdia, o perdão

A cura do corpo e pra alma a salvação

 

Pobres pecadores, oh mãe

Tão necessitados de vós

Santa Mãe de Deus, tem piedade de nós

De joelhos aos vossos pés

Estendei a nós vossas mãos

Rogai por todos nós, vossos filhos, meus irmãos

 

Nossa Senhora, me dê a mão

Cuida do meu coração

Da minha vida, do meu destino

Do meu caminho

Cuida de mim

 

Nossa Senhora, me dê a mão

Cuida do meu coração

Da minha vida, do meu destino

 

Nossa Senhora, me dê a mão

Cuida do meu coração

Da minha vida, do meu destino

Do meu caminho

Cuida de mim

Há um propósito de Deus em cada batalha que travamos, Ele está sempre conosco

Artigo Anterior

Na dúvida, escute a voz de Deus! Ela o conduzirá aos melhores caminhos!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.