Comportamento

Mãe faz filho de 5 anos correr em calor de 40 graus para aprender a se comportar na escola!

Foto: Reprodução
capafacebook Mae faz filho de 5 anos correr em calor de 40 graus para aprender a se comportar na escola

A mulher compartilhou o seu método de ensino nas redes sociais e acabou sendo muito criticada!

Fazer com que os filhos sejam pessoas respeitosas e educadas pode ser um grande desafio para os pais, especialmente em algumas fases da vida, em que eles adotam uma postura mais “independente” e “desobediente”, como se não precisassem seguir ordens.

No dia a dia, alguns pais podem permitir que seus filhos tenham atitudes negativas, seja pelo cansaço de falar e ensinar seja para permitir que eles cometam os próprios erros. Outros simplesmente não toleram esse tipo de comportamento, e algumas vezes tomam medidas drásticas para se certificar de que os filhos estão aprendendo as lições.

Os pais mais exigentes são frequentemente criticados por suas posturas. Esse é o caso de Katarina, dos EUA. Numa publicação no TikTok, a mãe relatou uma abordagem polêmica do seu filho de 5 anos, fato que tem sido alvo de indignação dos internautas. 

Katarina contou que o seu filho não estava se comportando bem na escola, recusando-se a ouvir, fazendo muito barulho na sala e se recusando a participar das aulas com atenção. 

Para ensinar-lhe uma lição e incentivá-lo a ser bom aluno, ela o levou para correr na rua em um calor de 40 graus. Na publicação, Karina mostra o filho correndo pela calçada, acompanhado por ela. 

2 Mae faz filho de 5 anos correr em calor de 40 graus para aprender a se comportar na escola

Direitos autorais: Reprodução TikTok / @kat.rodriguez13

É possível perceber que o menino está bastante cansado. Karina menciona que o filho tem recebido muitos rostos tristes no gráfico de comportamento da escola e que essa era a primeira vez que estavam correndo por conta desse assunto.

Também cansada do exercício desagradável, ela pergunta ao filho: “Você vai se comportar na escola?”, e ele diz: “Sim”.

O vídeo, que já foi excluído da rede social, teve mais de 563 mil visualizações e quase 6 mil comentários, especialmente de usuários revoltados com a atitude de Katarina, e tentando explicar à mãe por que essa não é a melhor maneira de abordar uma criança que está passando por dificuldades de concentração na escola. 

Um dos comentários dizia, de acordo com o The Sun: “Você já considerou que ele pode estar tendo dificuldades na aula porque o cérebro dele funciona de forma diferente, e está fazendo com que ele se sinta mal por ser como ele é?”

Outro acrescentou: “Caramba! Isso provavelmente não corrigirá seu comportamento na escola. Não há correlação entre o comportamento dele e a sua atitude”.

3 Mae faz filho de 5 anos correr em calor de 40 graus para aprender a se comportar na escola

Direitos autorais: Reprodução TikTok / @kat.rodriguez13

Uma pessoa usou o sarcasmo com a mulher: “Parabéns! Você acabou de garantir a sua vaga em uma casa de repouso!”

Muitos usuários mostraram empatia para com o menino, acreditando que assim como muitas outras crianças, apenas está com dificuldades de se adaptar a uma sala de aula em seu primeiro ano.

Uma pessoa fez uma reflexão sobre a necessidade de compartilhar coisas como essa nas redes sociais: “Os pais no TikTok são ousados ​​em filmar a maneira como maltratam seus filhos enquanto exigem respeito e amor deles. Isso é doentio”.

Após a onda de críticas, Katarina se manifestou, dizendo que não precisa explicar suas ações a ninguém e que sua técnica funciona para seu filho. “Não que seja da conta de alguém, mas tentamos outras ações disciplinares de castigo, como tirar algumas coisas dele, colocá-lo para pensar no canto, entre outras…, e se essas coisas funcionam para seus filhos, ótimo. Não funcionou para o meu,” disse a mulher.

Katarina também admitiu que é normal que as crianças que ficaram presas em casa durante a pandemia enfrentem dificuldades na volta ao convívio em sociedade, especialmente tendo que ficar sentadas a uma mesa, aprendendo coisas o dia todo, mas pontuou que a sua forma de criação vem dando certo.

“Para os pais que concordam, ótimo. É melhor do que minha mão em sua bunda. Não que seja da conta de alguém, mas estou criando um homem”, finalizou Katarina.