Pessoas inspiradoras

Mãe pede pizza no primeiro dia de trabalho do filho como entregador para apoiá-lo. Ficou orgulhosa!

Foto: Reprodução
Capa Site Mae pede pizza no primeiro dia de trabalho do filho como entregador para apoia lo Ficou orgulhosa

Não há felicidade maior que a de uma mãe pelo resultado do esforço e dedicação do filho, que luta para melhorar sua vida e de sua família.

Coração de mãe é sempre assim, quando um filho conquista algo, a mãe chora de felicidade! Esta é a história de Hetiene Soares Santos, de Rio Branco, no Acre, que se sentiu realizada e orgulhosa pela conquista do filho Jhon Lincon Santos Ferreira, que foi contratado como entregador de pizza.

Após as incertezas dos bicos que fazia, Jhon finalmente conquistou um emprego que pudesse ajudar em casa e ainda usufruir de melhor qualidade de vida.

Com o coração transbordando felicidade, no primeiro dia de emprego do filho, a mãe, Hetiene decidiu pedir uma pizza onde o jovem trabalha, para apoiá-lo, e com surpresa alegrou o menino ao saber dessa atitude inesperada.

Imagem 1 Mae pede pizza no primeiro dia de trabalho do filho como entregador para apoia lo Ficou orgulhosa

Direitos autorais: Instagram / @jl.khanan

O caso viralizou tanto na sua cidade quanto nas redes sociais, e recebeu mais de 30 mil curtidas no Facebook. Sua irmã Natasha Jenifer, responsável por compartilhar a história nas redes sociais, conta que é raro não ter uma noite em família em que não peçam pizza onde Jhon trabalha. Além disso, tanto a família quanto os amigos sempre pedem o “melhor entregador” para fazer a corrida.

No auge dos seus 19 anos, Jhon fazia apenas bicos de servente de pedreiro, mas percebeu que o salário não era suficiente para honrar seus compromissos financeiros. Por conta disso, começou a procurar um emprego. Todos os dias, ansiava por um emprego fixo para dar mais conforto para sua família, já que estava recém-casado, com problemas financeiros e ainda morava com os pais, dois irmãos, a irmã e o sobrinho. Ele e a esposa estavam desempregados e toda a família torcia para Jhon conseguir um emprego fixo e poder ajudar financeiramente em casa.

O jovem agora estuda pela manhã e trabalha como entregador de pizza à noite, das 18h até as 23h. Jhon sonha com o dia em que entrará na faculdade de psicologia, profissão que almeja, e após todo o seu esforço, trabalhar com o que realmente deseja, sem arrependimento ou vergonha do caminho que percorreu para chegar aonde sempre quis.

Foto 2 Mae pede pizza no primeiro dia de trabalho do filho como entregador para apoia lo Ficou orgulhosa

Direitos autorais: Facebook / Natasha Jenifer

Quase um mês depois de o filho conseguir um novo emprego, a mãe Hetiene continua dando apoio ao filho, pedindo semanalmente pizza no local. Já Jhon, em relato em seu Facebook, diz: “Parabéns a todos os motoboys/mototáxis que tão na correria pra botar o pão na mesa da sua família”. Orgulhoso de sua trajetória até aqui, sente-se agradecido pela oportunidade de trabalhar como entregador e ainda parabeniza o esforço dos colegas de profissão.

Foto 3 Mae pede pizza no primeiro dia de trabalho do filho como entregador para apoia lo Ficou orgulhosa

Direitos autorais: Facebook / Jhon Lincon

Mesmo antes da pandemia de covid-19, o trabalho como entregador era perigoso, pois o trabalhador, infelizmente, é exposto a acidentes, assaltos e latrocínios nas ruas escuras e desertas da capital do Acre. Mas isso não impediu Jhon de trabalhar com muita garra, pelo contrário, diariamente coloca um sorriso no rosto e agradece pelo emprego que tem.

Assim como Jhon, muitos outros trabalhadores fazem de tudo para sustentar a família, mesmo com os desafios diários de ser entregador. O suor e o cansaço são apenas pequenos obstáculos perto dos sonhos e desejo da família. Ainda segundo Jhon, em postagem no Facebook, ele diz: “Só fé em Deus, pois Ele vê nossas lutas diárias, só fé, porque as bênçãos vêm Dele”. 

Com fé e muita garra, o jovem continua buscando melhores condições para sua família e deixa a mãe muito orgulhosa pelo foco e determinação de sempre, afinal quem não sentiria orgulho de alguém assim?

0 %