Família

Mãe que vende água na BR sobrevive a atropelamento e volta a trabalhar para criar filha de 10 anos

Essa mãe provou que tem muita força e determinação para cuidar de sua filha da melhor maneira possível. Confira!



O desemprego é uma realidade que tem assolado milhões de brasileiros nos últimos tempos.

Segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no primeiro trimestre deste ano, eram 14,8 milhões de brasileiros desempregados, alcançando uma taxa recorde.

Essa realidade se manifesta muito claramente em nosso dia a dia. Todos nós conhecemos alguém que perdeu sua fonte de renda e precisou encontrar maneiras alternativas de honrar seus compromissos financeiros e colocar comida na mesa todos os dias.


Muitas vezes, somos nós que precisamos nos reinventar para sobreviver com dignidade. No entanto, existem algumas histórias que nos tocam de maneira especial e despertam a em nós solidariedade.  Esse é o caso de Luana Haime, uma mãe do Espírito Santo.

Em uma entrevista ao “Em Dia ES”, em março deste ano, a mulher, que é mãe solo de uma menina de 10 anos, contou como ela tem feito para cuidar da família. Desempregada, ela tem vendido água no semáforo da BR 101, na cidade de Linhares, e com o dinheiro, tem sustentado a filha neste período de crise.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@luana_haime_.

Para se diferenciar e chamar a atenção dos clientes, a mulher se veste de forma profissional, com um uniforme de garçonete e com o cabelo muito bem arrumado. Com o tempo, Luana foi chamando a atenção de muitas pessoas pelas ruas e recebendo bastante carinho. Foi esse apoio que a confortou e motivou a voltar a trabalhar após um incidente bastante sério que a acometeu há alguns meses.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@luana_haime_.

Conforme contado em uma reportagem da “Rede SIM Notícias”, Luana foi vítima de um atropelamento há alguns meses, o que a impediu de trabalhar por cerca de 40 dias. Nesse período, ela recebeu bastante mensagens de pessoas que se solidarizam com sua situação e admiram a sua luta, por isso ela resolveu voltar às ruas e realizar o trabalho que faz com amor, segundo ela mesma afirmou.

Através do Instagram, a mulher mostra o seu dia a dia de vendas, e é possível perceber que também apoia outras pessoas que estão na mesma situação e ganhando o seu dinheiro de forma honesta.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@luana_haime_.


Infelizmente, não vivemos uma realidade inclusiva, em que todas as pessoas possuem as mesmas oportunidades. Deixamos aqui a nossa admiração a Luana, que enfrenta essa situação com muita coragem e não deixa de buscar uma vida melhor para sua família.

Solteira há quase 8 anos, Maytê Piragibe não cede à pressão do casamento: “Prefiro minha liberdade”

Artigo Anterior

Cão de 10 anos viraliza ao ser filmado “ajudando” dona a empurrar carro preso em inundação

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.