Comportamento

Mãe recebe fortes críticas por dizer que “não existe desculpa para ficar gorda” depois do parto

1 capa Mae recebe fortes criticas ao dizer que nao existe desculpa para ficar gorda depois do parto

Niki trabalha como instrutora de um programa de exercícios físicos para mulheres que desejam atingir a “boa forma” em casa ou na academia.



Os exercícios físicos são grandes aliados para quem deseja ter uma vida saudável e regrada, responsáveis até pelo aumento na expectativa de vida, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Mais do que simples estética, separar um tempo do dia para uma caminhada leve ou até outros esportes mais pesados também pode melhorar a saúde mental, já que a produção de serotonina, responsável pela felicidade do ser humano, aumenta.

Para a instrutora física Niki Zoumpouli, de 28 anos, nem sequer o puerpério deve ser encarado como fator para não cuidar do corpo e da aparência. Segundo reportagem do The Sun, as mulheres não podem “se deixar levar” pelo fato de ficar em casa com seus bebês, e orienta as mães a como “recuperar” seus corpos no período pós-parto.


Nascida na Grécia, Niki atualmente vive em Miami (Estados Unidos). Fundadora do aplicativo GoodFitness, ela chega a receber até seis dígitos por mês ensinando exercícios para que as mulheres façam dentro de casa, inclusive usando os próprios bebês como pesos corporais.

Niki, que tem uma filha de 2 anos, explica que, para as mães, os treinos em casa economizam tempo e diminuem o estresse, já que elas não vão precisar contratar uma babá para cuidar do filho enquanto vão à academia. Mesmo reconhecendo as dificuldades da maternidade, a instrutora diz que as mulheres não devem usar isso como desculpa.

Para a jovem, os pais são grandes exemplos para os filhos, por isso defende que incluir os pequenos nas rotinas de treinos pode criar um incentivo ainda maior para que se alimentem de maneira adequada e incluam atividades físicas nas suas rotinas futuramente.

Niki ainda revela que nem sempre teve o corpo atual, e que, em 2019, “lutou contra o peso” depois de dar à luz sua filha, em um dos momentos que classifica como “o mais fora de forma que já esteve”.


Nas redes sociais, ela compartilha fotos e vídeos de partes de seu treino, mostrando como é fazer os exercícios junto com sua filha e incentivar outras mães a fazer o mesmo. Quando retomou sua rotina de atividades físicas, seis semanas depois do parto, ela conta que nunca tinha se sentido tão fora de forma e que essa experiência difícil fez com que levasse mais a sério ainda sua rotina.

1 2 Mae recebe fortes criticas ao dizer que nao existe desculpa para ficar gorda depois do parto

Direitos autorais: reprodução Instagram/@nikizoub.

1 3 Mae recebe fortes criticas ao dizer que nao existe desculpa para ficar gorda depois do parto

Direitos autorais: reprodução Instagram/@nikizoub.

1 4 Mae recebe fortes criticas ao dizer que nao existe desculpa para ficar gorda depois do parto

Direitos autorais: reprodução Instagram/@nikizoub.


Suas principais clientes são mães que querem justamente voltar ao corpo que tinham antes da gestação, e Niki conta que elas não sabem nem por onde começar, quando entram em contato com ela pela primeira vez.

Mas a instrutora tem recebido críticas nas redes sociais, principalmente porque afirma defender os “corpos reais”, embora incentive as mulheres a usar os próprios bebês como “pesos livres”, apenas algumas semanas depois de terem passado pelo parto.

Uma usuária disse que essa forma de encarar o pós-parto é o que colabora para que as mulheres desenvolvam depressão, já que, mesmo gerando uma vida, ainda precisam se martirizar, correndo atrás de corpos perfeitos. Outra jovem afirmou que esse pensamento colabora com a ideia da mãe “mulher maravilha”, que precisa dar conta de tudo e ainda realizar as atividades sorrindo.


Dani Moreno revela doença degenerativa: ‘Dor da morte’

Artigo Anterior

Mulher cola todas as mensagens de traição do namorado na parede de seu quarto e recebe apoio da web

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.