Notícias

Mãe se emociona com casal que acalmou o filho estressado durante o voo em gesto gentil

cap f

Casal de desconhecidos ajuda mãe angustiada ao acalmar seu filho de 1 ano estressado durante voo.



Fazer uma viagem de longa duração com um filho pequeno pode ser uma tarefa desafiadora para os pais, especialmente se a viagem for de avião.

A primeira experiência voando muitas vezes é desconfortável para as crianças, que passam horas em um espaço pequeno, rodeada de desconhecidos e sujeita aos barulhos e turbulências típicas de um voo.

Chorar e ficar estressado faz parte – e quem sofre com isso são os pais.


Jessica Knapp, mãe de um menino de apenas um ano e grávida de cinco meses, passou por essa experiência recentemente.

mei2

Direitos autorais: reprodução/redes sociais

Em um post compartilhado no Facebook, a jovem de Long Beach, no Mississippi (EUA), conta que o voo se alongou mais do que o desejado, irritando o filho.

Comovidos com o choro do menino, um casal que estava nas poltronas ao lado se ofereceu para reconfortá-lo, em um gesto gentil e compreensivo.


Embora para muitos passageiros sentar-se ao lado de uma pessoa com filhos pequenos ou bebês seja seu pior pesadelo, para Kevin e Lisa, o casal que se sentou ao lado de Jessica, foi uma situação absolutamente normal.

A jovem estava muito angustiada e não conseguia mais lidar com a situação. Foi aí que eles começaram a entretê-lo, fazendo-o parar de chorar pouco depois a ponto do pequeno pegar no sono.

“Essas últimas três semanas foram muito estressantes. Eu não queria viajar com meu filho de um ano de novo, grávida de cinco meses e completamente sozinha”, escreveu ela no Facebook.

“Eles o fizeram rir e se sentir tão seguro que adormeceu”, acrescentou a norte-americana.


Por fim, Jessica comentou que o resto do voo foi uma ótima experiência, pois ela pôde relaxar e conversar tranquilamente com Kevin e Lisa.

“Conversamos por horas sobre a vida, nossos empregos, ser mãe, viajar… Foi uma memória para toda a vida. Gostaria de lhes agradecer por terem restaurado a minha fé na humanidade quando mais dela necessitamos” , concluiu Jessica.

Fogaça volta a falar sobre tratamento de filha à base de maconha

Artigo Anterior

Mãe se recusa a mandar filha bebê para escola e justifica: “A comida é horrível”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.