ColunistasPais e Filhos

Mãe – sempre uma artista!

MÃE Sempre Uma Artista

MÃE é aquela mulher que consegue manejar com toda a delicadeza situações que, para seu filho, são extremamente complexas.



E o faz com uma capacidade singular, de quem já descobriu que toda complexidade é mutável e efêmera.

Por que ela sabe tudo? Não exatamente!!! Simplesmente porque MÃE age movida pelo AMOR! Um Amor que se renova e se inova a cada despertar de um novo dia. Afinal, uma Mãe sabe que, tal qual um artista que imprime em sua obra as suas digitais, as delas – de Mãe – também estão impressas em seus filhos. Eu chamo isso de Impressão Digital do Amor!

Ah! Mas isso existe? Óbvio que existe. Pergunte para um artista o que ele sabe sobre isto e ele lhe responderá que a Impressão Digital do Amor está em TODA a sua obra prima.


E Filho é a obra prima de uma Mãe! Por isso que ela cuida tão bem: protege, ensina, deixa ser ferido, socorre, cura, chora junto (às vezes separado e escondida), perdoa os excessos, desculpa os silêncios, incentiva e estimula seu filho a Ser Completo e Independente.

Porque entende que tudo nesta vida pode ser um fator ou um produto de adaptação e sabe perfeitamente que adaptação é sinônimo de adequação. Sabe também que não conseguirá proteger seu filho da dor, porque, se assim o fizer, estará, ao mesmo tempo, protegendo-o da felicidade que pode ser encontrada nesta infinita e fantástica viagem de autoconhecimento e autodescoberta.

Entende que são as experiências que geram aprendizados e isso é intransferível, cabendo a cada qual experimentar sua própria essência e fazer a parte que lhe cabe para encantar-se com este intercâmbio incessante que é a magia da vida.

E, deste modo, um dia ela aprende uma das lições mais difíceis a que pode ser submetida: treinar o desapego. Na sua infinita sabedoria de Mãe, ela entende que este é o maior gesto de amor que ela pode fazer por seu filho, simplesmente porque, desta forma, ela permite que ele siga em frente com menos resistência e mais persistência. Ela sabe que esta é a sua gigantesca contribuição para que  ele possa participar ativamente da vida.


Acredito que esse é o momento em que uma Mãe coloca toda a sua coragem em ação. Porque é preciso muita coragem para deixar seu filho livre para viver a vida que ele mesmo escolher, para permitir que ele adquira suas próprias experiências e decida, também por conta própria, se essas escolhas são boas ou ruins.

E então, munida de toda a bravura de que é capaz, ela consegue dizer: se você precisar, eu estou aqui!

Para um Filho, este é o benefício do desapego; para uma Mãe, este é um ato de Amor! Mesmo sabendo que, ao retornar, ele não será o mesmo da partida!

Ah! E sobre o fato de Mãe ser uma Artista? Bem, ela continuará sendo sempre a Fã Número 1 desta obra prima que colocou no mundo!


Ela me educou para ser inteira, ainda que aos pedaços.

Artigo Anterior

Moça, sai da sacada.

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.