3min. de leitura

Mamães de primeira viagem

“Seja paciente consigo, enquanto se torna a melhor mãe possível. A capacidade de criar filhos se aprende com cada experiência”. – Molly Wigand

O processo de gravidez envolve diversas complexidades, nos mais variados aspectos. Em geral é uma etapa muito emocionante que carrega consigo inúmeras expectativas, fantasias, desejos e também medos e preocupações.


As mudanças corporais, as alterações emocionais, os hormônios e a proximidade da chegada do bebê pode causar ansiedade nas mães, em especial as mamães de primeira viagem e nesse momento podemos ajudar. A palavra de ordem é: acolhimento.

O primeiro ponto é se questionar: “O que aquela pessoa quer?”. O que normalmente acontece é que, quando alguém está grávida, falamos das nossas experiências através das nossas perspectivas, vivências e nem sempre isso cabe para as outras pessoas, ou seja, em vez de dizer que a mamãe de primeira viagem precisa fazer isso ou aquilo, é fundamental compreender quais são as necessidades dela, pois cada pessoa e cada organismo age de uma forma diferente.

Se puder e for próximo(a) da pessoa, pergunte se ela precisa de algum suporte, alguma ajuda, se gostaria de conversar e/ou desabafar (sobre o processo gestacional ou qualquer assunto). É importante que ela perceba que pode contar com alguém, que ela não está sozinha.


Outra questão interessante é a empatia. Muitas vezes fazemos comentários que, ao primeiro momento parecem ser inofensivos, porém esses palpites podem afetar diretamente a grávida. Coisas do tipo “você está magra demais”, “você está gorda demais”, “comigo não era assim”, “você está fazendo errado” não são conselhos úteis.

Trocar experiências é muito rico, agora impor o que você acha não. Se você estiver preocupada(o) genuinamente, você pode perguntar se ela está fazendo os exames, se está se cuidando, se está tudo ok com ela, com sua saúde e com o bebê e caso esteja, não há necessidade de impor a sua opinião. Pense antes de falar apenas por falar.

E, mamãe, as mudanças psicológicas e emocionais acompanham a gestação durante os nove meses. É normal que ocorram essas alterações. Tente se concentrar menos nos desconfortos, preocupações e tente aproveitar este momento novo em sua vida.


No começo tudo parece meio incerto e assustador mas você com certeza conseguirá passar pelas adversidades. Você é muito mais forte do que imagina! 


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: alenkasm / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.