ColunistasAmor

Matemática do amor

MATEMÁTICA DO AMOR FOTO DE CAPA E FOTO 01

Talvez eu nunca tenha sido boa em matemática. Por que desconheço a subtração.



Só sei o que é somar, multiplicar e dividir. Isso mesmo.

Dividi emoções, multipliquei sentimentos, somei afetos e isso tudo foi o meu ciclo até certo momento.

Mais tarde eu aprendi que as expressões matemáticas teriam seu fundamento no amor.


E meu coração teimoso insistia em se doar pra você, quando você subtraiu tudo de mim… Sonhos, abraços, risos, beijos… Tudo me fora roubado e o que me restou?

MATEMÁTICA DO AMOR - FOTO DE CAPA E FOTO 01

Além do tempo, precisava arrumar forças e seguir em frente, precisa da pessoa mais importante da minha vida para me ensinar que nem tudo está perdido, precisava de MIM, do meu jeito, com todos os amores e dissabores, ai cai na real, entendi o que é a subtração. Seu peso, suas conseqüências, seus efeitos.

O caminho pode parecer longo, mas da frustração ao entendimento dos fatos está a liberdade, o cuidar de si, as escolhas, o crescimento, e adivinha só….


A SUBTRAÇÃO! Pois é! A própria que vai te ensinar que a igualdade está elevada ao cubo, que a divisão de emoções deve ser igual para cada lado, assim como as somas e as multiplicações.

MATEMATICA DO AMOR FOTO 02

SUBTRAIA, de forma racional, a presença de pessoas que não estão preparadas para somar, multiplicar, dividir com você, se te perguntarem o porque diga apenas… Isso não é egoísmo, é AMOR PRÓPRIO.


Dicas de como ir bem numa entrevista de emprego:

Artigo Anterior

Por que algumas pessoas não sentem frio? entenda o motivo:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.