ColunistasPais e Filhos

Maternidade é decisão e ação!

Maternidade é decisão e ação 1

Maternidade: ADOce essa Ação!



Maternidade é decisão e ação. É provável que o desejo da maternidade esteja presente em muitas mulheres.

Dessas, algumas querem e podem gestar filhos; outras podem gestar e optam por concebê-los em seus corações.

Com o avanço da medicina, diversos métodos viabilizam a fertilização in vitro, viabilizando às mulheres a realização do sonho da maternidade.


Para algumas mulheres esse sonho oneroso financeira e emocionalmente é frustrado, por diversos problemas. A adoção poderia ser o caminho para a concretização desse sonho, mas nem sempre esse caminho é a solução, pois muitas mulheres concebem a maternidade com o tom visceral: carne da própria carne.

Já, algumas mulheres cuja maternidade ultrapassa o elo físico, a adoção tem sido uma doce opção, porque de um lado favorece a diversos pretendentes o direito a ter seu filho; por outro configura a luz no túnel para diversas crianças que desejam ter uma família, um lar para chamar de seu.

Com o aparato da lei brasileira, o processo de adoção foi facilitado em 10 passos.

Independente, se pelo laço de DNA ou pelos laços do coração, você gera ou adota uma pessoa. Alguém único sem comparações. Alguém que traz em sua história características de sua família fisiológica, que merecem e devem ser respeitadas.


Você será a referência, o alicerce desta criança, o grande educador, o mentor, o alicerce fundamental, para que essa pessoa adquira novos comportamentos, novas crenças que possam lapidar sua personalidade, construir valores e fortalecer a construção de uma pessoa feliz. E, ambos serão a parceria que ultrapassa o tempo e o espaço.

Contudo, antes da decisão pela maternidade adotiva ou uterina, faz-se necessária uma reflexão profunda dos motivos pelos quais você quer SER mãe.

Lembro-lhe que seu filho bebê, criança, adolescente, não importa a fase, essa pessoa:


  1. terá seus momentos de indisciplina, rebeldia;
  2. poderá expressar seu Self com diversos elementos – igualmente inaceitáveis pela família;
  3. talvez decepcione você com suas atitudes, escolhas e comportamentos.


Faço-lhe então, uma ÚNICA pergunta:

Maternidade é o que você deseja para a sua vida?

Se a resposta for não… Faz sentido para você que sua missão esteja em outra seara, tais como na profissional, na adoção de pets, tia, madrinha, educadora e benemérita de outras vidas.


Se a resposta for sim… Bora lá transformar a decisão em ação, afinal Maternidade é Maternidade e ponto final.

Abraços Resilientes da Melcina.

Melcina Moura Moreno, 17/05/2017

 __________


Direitos autorais da imagem de capa: dolgachov / 123RF Imagens

As pessoas “barulhentas” por fora são inseguras e têm baixa autoestima por dentro…

Artigo Anterior

Minha intuição de quatro patas…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.