ColunistasReflexão

Maturidade não é uma questão de idade. é uma questão de mentalidade!

MATURIDADE NÃO É UMA QUESTÃO DE IDADE foto 02

Totalmente amadurecido ninguém é em nenhuma idade. Sempre há um toque de imaturidade nas pessoas. Porém, algumas extrapolam os limites da paciência. Sim, existem meninas de 40 anos que ainda se sentem a rainha do baile ou a líder da torcida, ignorando ou tentando ignorar que existem outras pessoas ao redor com igual ou até maior potencialidade. Existem ainda os valentões de 40 e poucos anos que adoram intimidar os socialmente mais fracos. Existem as mulheres e homens na casa dos 30 que fazem tudo que um casal de namorados faz, mas não suportam serem tachados de namorados.



Ok.Ok.Ok. Sabemos que com o decorrer do tempo e com as experiências de vida vamos aprendendo milhares de coisas. Aprendemos a detectar certas ciladas com mais facilidade. Descobrimos que certas situações realmente nos incomodam, que não conseguimos nos adaptar a tudo e a todos. Descobrimos potencialidades e interesses que na adolescência não conhecíamos.

maturidade-nao-e-uma-questao-de-idade-foto-02

Muitas vezes, até mesmo descobrimos que aquele nosso jeitão do início da nossa juventude não é tão mal assim. Defeitos passam a ser vistos como qualidades. Qualidades como defeitos. Alguns dos nossos referencias também podem mudar. Aquela colega de classe que a gente achava maravilhosa aos 17 anos, de repente, a gente descobre aos 30 que era apenas uma garota bonitinha e comum. Aquele garoto valentão que adorava intimidar e dar apelidos idiotas, era apenas um menino inseguro que queria chamar a atenção.


Descobrimos também que alguns esquemas não funcionam. Pelo menos para nós. Sim, a vida ensina lições preciosas. Por outro lado, é possível encontrar muita gente no começo da casa dos 20 anos com uma cabeça incrível e muitas outras com mais de 40 extremamente imaturas.

Totalmente amadurecido ninguém é em nenhuma idade. Sempre há um toque de imaturidade nas pessoas. Porém, algumas extrapolam os limites da paciência. Sim, existem meninas de 40 anos que ainda se sentem a rainha do baile ou a líder da torcida, ignorando ou tentando ignorar que existem outras pessoas ao redor com igual ou até maior potencialidade. Existem ainda os valentões de 40 e poucos anos que adoram intimidar os socialmente mais fracos. Existem as mulheres e homens na casa dos 30 que fazem tudo que um casal de namorados faz, mas não suportam serem tachados de namorados.

Sim, em todas as idades, encontramos pessoas altamente autocentradas, iludidas, narcísicas ao extremo, vivendo de glórias do passado. Em todas as idades, encontramos pessoas extremamente preconceituosas, fechadas, que não conseguem pensar fora da caixa. Em todas as idades, encontramos pessoas alérgicas a qualquer tipo de comprometimento. Pessoas que confundem estar amando e se relacionando com estarem presas.

Em todas as idades, encontramos pessoas incapazes de honrar sua palavra e de demonstrar um mínimo de empatia pelos outros. Em todas as idades, encontramos pessoas ignorantes por opção, que desprezam qualquer tipo de elaboração intelectual. Em todas as idades, encontramos os maria-vai-com-as-outras.


maturidade-nao-e-uma-questao-de-idade-capa-e-foto-01

Se o tempo nos ensina muito, por outro lado, algumas coisas fazem parte de nós, do nosso jeito de ser. Sim, é possível bater um papo bem inteligente com um jovem de 20 anos e bocejar diante de um homem de 40 bem-sucedido. É possível sim encontrar uma jovem de 20 anos preparada para entrar de cabeça numa relação afetiva e outra de 40 morrendo de medo de se comprometer. É possível encontrar jovens com alto senso de realidade e pessoas com mais de 40 que ainda vivem na torre do castelo.

Fofoca é um veneno letal, então, tome muito cuidado com o que sai da sua boca. Se não for para ajudar, não diga nada!

Artigo Anterior

Ninguém passa por sua vida por engano…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.