publicidade

Maturidade psicológica: a arte de viver em paz com aquilo que não podemos mudar

A maturidade psicológica chega quando conseguimos enxergar o mundo além de nós mesmos e de nossas necessidades, quando percebemos que não somos o foco de tudo.



Amadurecer é perceber que nem sempre tudo em nossas vidas irá nos agradar, que enfrentamos desafios constantemente e que os momentos difíceis podem ser grandes mestres, se aprendermos a enxergar da forma correta. É perceber que podemos viver em paz com as coisas que não podemos mudar.

Porque negar a realidade não é uma atitude saudável

Muitas pessoas, quando se deparam com as fases difíceis da vida, optam por enfrentá-las negando a realidade, fingindo que não está realmente acontecendo. Elas tendem a adotar essa atitude porque não se sentem capazes de abordar a realidade como se apresenta, ou porque   não aceitam que a vida não está seguindo suas vontades.

Quando agimos dessa maneira, ignorando a realidade que se apresenta em nossa frente, de alguma maneira podemos reduzir nossas reações negativas associadas a ela, como ansiedade e medo. No entanto, esse efeito é apenas temporário, porque, no fim, a realidade sempre vence.


O fato é que negar a realidade não a fará desaparecer, apenas nos motivará a tomar atitudes precipitadas que prejudicarão nossas vidas a longo prazo. Para criarmos vidas felizes, precisamos ser inteligentes e conscientes, e isso, em grande parte, significa que devemos aceitarmos com sabedoria e inteligência as coisas que não estão em nosso poder mudar.

Podemos encontrar equilíbrio nas adversidades

Quando desenvolvemos maturidade psicológica, podemos encontrar equilíbrio nas adversidades, porque nos tornamos mais conscientes de como nossas atitudes podem fazer a diferença para proteger o nosso “eu” e encontrar caminhos mais positivos na vida.

Portanto, podemos dizer que um dos pilares da maturidade psicológica é a autoconsciência, que nos orienta a lidar com nossos problemas e dificuldades da melhor maneira possível. No entanto, nem todos nós temos o autoconhecimento necessário para agir com sabedoria, e acabamos apenas criando mais dificuldades para nós mesmos, muitas vezes ficando presos em padrões tóxicos de realidade.


Atingimos a verdadeira maturidade psicológica quando enxergamos a nossa realidade com novos olhos, fortalecendo-nos a cada dificuldade e aprendendo mais sobre nós mesmos e nossa resiliência. Quando aprendemos a rir daquilo que antes nos assustava, porque amadurecemos e eliminamos as influências emocionais negativas de nossas vidas.

A verdadeira maturidade psicológica acontece quando aprendemos a aceitar aquilo que chega em nossos caminhos com uma atitude proativa. Focados nos libertamos do papel de vítima e seguimos em frente, apesar de todas as dores e decepções, porque sabemos que lá na frente existem coisas maravilhosas à nossa espera.


Direitos autorais da imagem de capa: Anete Lūsiņa / Unsplash

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.