Família

“Me apaixonei imediatamente.” Policial adota bebê de moradora de rua, que ajudou em serviço

Em um ato incrível de amor, o policial acolheu a bebê e deu-lhe uma vida de amor e tranquilidade. Uma história muito especial!



Jesse Whitten, um policial da Califórnia, nos Estados Unidos, aumentou seu número de filhos para quatro depois de uma incrível ação, de muito amor. Segundo contado pelo Good Morning America, o homem adotou uma bebê de uma mulher sem teto que conheceu durante o trabalho.

Whitten, que já tinha tinha meninas, contou que conheceu a moradora de rua quando ela estava grávida. O policial já conhecia seus outros dois filhos de um acampamento para jovens adotivos, e sentiu conexão com a mulher, porque gostava muito das crianças.

Nessa mesma época, o policial se ofereceu para levar a mulher a um abrigo e depois a uma instalação de desintoxicação e reabilitação.


A mulher, que foi criando um vínculo de confiança com Jesse, a certo ponto lhe perguntou se ele e sua esposa estariam dispostos a adotar o seu bebê, mas ele não sabia se o seu pedido era, de fato, sério.

Quando a mulher deu à luz, profissionais lhe perguntaram se ela queria lhe providenciar uma colocação de emergência em um orfanato. Ela negou e pediu que ligassem “para o policial Whitten”.

Direitos autorais: arquivo pessoal.

No hospital, a mulher disse a Jesse que sabia que ele tinha três filhas e, apesar de ser firme, era também justo, e lhe contou que teve uma visão com as três meninas brincando com sua filha e que queria que isso acontecesse.


Então, alguns meses depois, Jesse e sua esposa Ashley, que tinha também conhecido a mulher, adotaram oficialmente a bebê, que chamaram de Harlow Maisey Whitten (o nome do meio foi dado pela mãe biológica).

Direitos autorais: arquivo pessoal.

Whitten disse que se apaixonou “imediatamente” pela criança e que ela é adorável. O policial contou que ela, assim como todas as outras crianças, chora quando precisa de algo, mas acrescentou que o choro cessa assim que a tocam, pois sabe que está segura.

Ashley disse que a mãe biológica de Harlow havia imaginado “esta bela vida para sua filha e, por causa de sua situação, ela não poderia dar isso a ela”, no entanto, sabia que podia confiar em Jesse para isso.


Muito felizes com o aumento da família, os Whittens seguirão defendendo a adoção de filhos, afirmando que, através de sua experiência, têm certeza de que nenhuma criança está “quebrada” e que não precisa de “conserto”, apenas de “amor”.

Direitos autorais: arquivo pessoal.

A atitude do policial e sua família foi reconhecida pelo Departamento de Polícia de Santa Rosa, que fez uma publicação no Facebook parabenizando-os.

Que atitude incrível de Whitten. O policial mostrou não apenas ser um profissional dedicado, mas também um grande ser humano, com valores incríveis. Muita felicidade a essa linda família!


Homem quer deixar noiva que ficou paralisada por causa de acidente, porque terá de cuidar dela pelo resto da vida

Artigo Anterior

“Ser um bom pai não é ganhar o troféu de pai do ano, é ser rígido, saber educar”, afirma Marcos Mion

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.