Comportamento

“Me sinto estúpida.” Ela mudou de país por um homem, mas ele só a queria “como amiga”

Capa Me sinto estupida Ela mudou de pais por um homem mas ele so a queria como amiga

Uma mulher conheceu um homem por meio de um aplicativo de namoro e mudou drasticamente sua vida, no entanto, seu amado queria apenas a amizade dela.

Nós crescemos sendo ensinados que o amor viria na forma de um conto de fadas ou comédia romântica, em que o casal se conheceria de forma casual, mas muito romântica, provando que o destino sempre teve um plano para uni-lo.

No entanto, esse sonho de relacionamento não será real para todos. Ao invés de sair e tentar a sorte para encontrar ou não um par, a maioria das pessoas atualmente recorre a aplicativos e sites de relacionamento para encontrar “a pessoa certa”. Certamente é menos glamuroso do que nos contos de fadas, mas muitas uniões genuínas nasceram desse contato que começa pelas telas.

Os finais felizes existem no Tinder, mas as decepções também. E não estamos falando de situações traumáticas, como a das mulheres que foram enganadas pelo “golpista do Tinder”; uma rejeição é sempre dolorosa, ainda mais quando se faz de tudo para estar com a pessoa amada.

Imagine que depois de um tempo se relacionando a distância com uma pessoa, você tome a coragem de se mudar para estar com ela apenas para descobrir que seu amor só queria sua amizade. Foi o que ocorreu com uma italiana que se mudou para a Argentina por conta de um homem que conheceu no Tinder.

A mulher nascida e radicada na Itália, que pediu para ser referenciada pelo pseudônimo Julia, contou ao jornal argentino TN a sua triste história de amor e frustração.

Julia estava apenas deslizando pela tela do Tinder quando encontrou o perfil de Jorge, um homem que logo lhe chamou a atenção. Ela tinha encerrado um casamento e estava a fim de se apaixonar de novo, por isso deslizou o dedo para a direita.

Foi um match. Jorge também havia gostado dela.

Jorge, natural da Argentina, visitava o país de Julia, a Itália, quando o primeiro contato dos dois aconteceu. E continuaram a se comunicar, às vezes por horas a fio, mas não conseguiram se ver pessoalmente, pois logo ele precisaria voltar para o seu país. Mesmo sem o encontro face a face, Julia sentia que a conexão dos dois era genuína.

Apesar de já estar separada, Julia ainda vivia com o ex-marido, motivo pelo qual sempre ficava receosa de que ele visse as mensagens de Jorge em seu celular. Os dois conversavam diariamente e o carinho e amor de Julia por Jorge só crescia.

Perguntada sobre o que a teria cativado tanto no homem, ela respondeu que Jorge lhe ofereceu o tipo de amor e cuidado que sua família não conseguia lhe dar, confessando que se apaixonou bem depressa, muito provavelmente por ele demonstrar o tipo de afetividade que ela não tinha por perto.

Em dado momento, numa das várias conversas, Jorge disse a Julia que queria que ela fosse viver na Argentina. Mesmo insegura sobre como tocaria a vida em outro país, a italiana juntou sua família para comunicar que ia morar em Buenos Aires com Jorge. A família, que disse depender muito de sua ajuda financeira, tentou fazê-la mudar de ideia, apontando as dificuldades que enfrentaria no novo país, mas Julia estava decidida: ia cruzar o globo para seguir seu coração.

Foi Jorge quem tentou dissuadi-la um pouco, dizendo que inicialmente passaria dois meses, depois ela poderia decidir se permaneceria ou não no país sul-americano. Acreditando que a força do amor supera tudo, Julia seguiu sua viagem certa de que estava tomando o primeiro passo para passar o resto da vida com o amor da sua vida.

Ela chegou ao aeroporto internacional de Buenos Aires no início de 2022, já declarando o seu amor para Jorge. Ela abriu seu coração para o argentino, dizendo que apenas por vê-lo ela já se sentia preenchida de amor.

Jorge, no entanto, não sentia o mesmo. Depois de ouvir a declaração da mulher, ele calmamente lhe disse que a admirava muito e queria tê-la em sua vida, mas apenas como sua amiga. O que os dois tinham, de fato, era muito real, mas não passava daquilo para ele.

O coração de Julia foi destruído. Ela disse que Jorge deixava claro nas mensagens que a amava, mas quando se viram pela primeira vez, ele não estava na mesma página que ela. Desolada, Julia desabafou sua tristeza, dizendo que não sabe como viver depois dessa decepção.

Embora muito triste e desapontada, ela fala que o ama, mas também se sente estúpida com todo o ocorrido, por ter se iludido, deixado sua família para trás e mudado de país por um homem que queria ser apenas seu amigo.

Ao menos, ela agradece pelo fato de sua temporada na Argentina ter data certa para acabar; ela seguiu o conselho de Jorge e pegou uma passagem com dois meses de estadia, embora já tivesse chegado ao país na intenção de ficar ao lado de quem ela achava que era seu amado.

Sentindo-se perdida, ela não sabe o que fará ao fim desses dois meses, só sabe que saiu da Itália em busca do seu amor, mas quando o encontrou, ele não a quis, agora precisa de um tempo para curar seu coração.

0 %