Comportamento

Médica se recusa a receber mãe com duas crianças em consultório e deixa menino chorando do lado de fora

capa site Medica se recusa a receber mae com duas criancas em consultorio e deixa menino chorando do lado de fora
Comente!

O descaso aconteceu na UPA São Benedito, em Santa Luzia, Minas Gerais. Pelas redes sociais, a prefeitura informou que a profissional de saúde não presta mais serviços no local.

Os desafios encontrados na maternidade provavelmente são os mais difíceis que as pessoas com filhos encontram na vida, não apenas porque o cuidado infantil requer tempo, dinheiro, disposição e paciência, mas porque também necessita do apoio e do olhar de toda a comunidade.

É preciso que a sociedade esteja em harmonia com as mães, ajudando-as no que for preciso para que consigam concretizar seus inúmeros objetivos, sempre priorizando as crianças. Quando o assunto é auxílio, nem sempre precisa ser financeiro, as instituições precisam, na maioria das vezes, priorizar o atendimento de quem cuida de outras pessoas.

Isso deve acontecer na saúde, na educação, na segurança e em todos os outros vários direitos básicos dos seres humanos, inclusive criando uma relação de mutualismo com o próprio setor privado, em que os empregadores valorizam suas funcionárias porque sabem que elas são a principal estrutura da mão de obra do futuro, a base que cuida, alimenta e acalenta sem receber nada em troca, preparando as crianças para a idade adulta.

Mas a realidade é que a maioria dos setores discrimina as mulheres que são mães, colocando-as em situações de sofrimento, prejudicando também as crianças envolvidas na equação. Em Santa Luzia, Minas Gerais, o descaso de uma médica acabou caindo nas redes sociais por meio de uma denúncia que surtiu rápido efeito.

Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São Benedito, uma médica se recusou a atender uma mãe com duas crianças ao mesmo tempo e exigiu que um dos meninos ficasse do lado de fora, sozinho, aguardando sua vez no corredor. Os demais pacientes que também aguardavam atendimento se indignaram com a situação e usaram os celulares para registrar a cena em que a profissional de saúde fecha a porta do consultório, deixando a criança chorando do lado de fora.

O caso aconteceu na ala pediátrica da UPA, e no Instagram, o usuário Thauan compartilhou as filmagens em seu perfil pessoal, fazendo questão de marcar na publicação os perfis da prefeitura, da câmara e de uma emissora de TV. Enquanto mostra a cena, o homem explica que a mãe tem dois filhos, os quais a médica se recusou a atender simultaneamente, obrigando-a a deixar uma das crianças do lado de fora sozinha.

2 Medica se recusa a receber mae com duas criancas em consultorio e deixa menino chorando do lado de fora

Direitos autorais: reprodução Instagram/ @thauan.oficia1

Indignado, Thauan ainda pergunta que tipo de médico é capaz de fechar a porta na cara de uma criança. Sua postagem indignou os moradores de Santa Luzia, que cobraram das autoridades responsáveis alguma providência. A rápida repercussão do caso fez com que a prefeitura tomasse uma atitude, o que foi comunicado no perfil do Facebook, onde informou que a profissional de saúde foi desligada dos quadros do município.

3 Medica se recusa a receber mae com duas criancas em consultorio e deixa menino chorando do lado de fora

Direitos autorais: reprodução Facebook/ Prefeitura Municipal de Santa Luzia

A nota de esclarecimento foi emitida ontem às 10h21, no perfil da prefeitura, dizendo que a médica identificada no vídeo que circula foi dispensada de todas as suas funções no órgão. Além disso, reforça que a forma como a profissional atendeu os usuários na ocasião não condiz com as diretrizes estabelecidas para atendimento à população na Administração Municipal de Santa Luzia.

Para finalizar, a nota ainda dizia que atos como o que a médica tomou são passíveis, inclusive, de denúncias na Ouvidoria e Corregedoria-Geral do Município, além de processo administrativo. Nos comentários, muitos seguidores parabenizaram a prefeitura pelo afastamento da profissional, enquanto outros pediram que ela tivesse o nome e a foto expostas nas redes sociais.

Comente!

Deolane leva 53 multas de trânsito e exige explicação de funcionário

Artigo Anterior

Juíza é investigada após ser vista beijando condenado que ela tentou ajudar

Próximo artigo