publicidade

“Faria tudo outra vez”, diz médico com covid em carta antes de falecer. Ele se dedicou até o fim!

Lucas foi um grande médico e ser humano, uma grande perda para todos. Confira a carta que deixou aos familiares e prepare-se para se emocionar!



O ano de 2020 nos revelou muitos heróis da vida real escondidos nas mais diversas profissões e que deram exemplos de altruísmo, força e coragem.

No entanto, também nos tirou muitas dessas pessoas e nos mostrou que a vida é um grande presente que deve ser valorizado e bem aproveitado, pois nunca sabemos quando será o nosso último momento perto daqueles que amamos.

Um desses heróis, que partiu muito cedo, foi o médico Lucas Pires Augusto, que tinha 32 anos. Lucas faleceu em agosto, vítima da covid-19, a doença que ele tão ativamente combatia com muita dedicação e responsabilidade.

O neurocirurgião era casado e pai de dois filhos. Ele tinha planos de aperfeiçoamento na Flórida, Estados Unidos, mas eles foram interrompidos com a chegada da pandemia. Com a esposa Camila grávida, Lucas precisou se mudar para Maringá, no Paraná, para receber ajuda da família dela durante a pandemia.


Em seu novo endereço, ele começou a atender no Instituto de Saúde Bom Jesus. Lá Lucas foi contaminado por um paciente de covid-19 assintomático e, a princípio, tinha sintomas leves, mas que com o tempo foram se agravando.

Em entrevista ao Estado de Minas, Gabriela Pires, irmã de Lucas, disse que o irmão lhe enviou uma mensagem antes de ser entubado, pedindo que ela não desistisse dele nem deixasse que a equipe médica o fizesse.

Direitos autorais: reprodução O Estado de Minas/arquivo pessoal.

No caminho para a UTI do hospital, Lucas enviou as últimas mensagens para a família e amigos. Em uma delas, compartilhada numa rede social, o neurocirurgião agradeceu pelas orações e disse que faria tudo outra vez, porque foi contaminado fazendo o que amava, cuidando de seus pacientes com amor e dedicação.


Ele ainda acrescentou que seu Deus é soberano e que tudo contribuirá para o bem daqueles que O amam.

Gabriela relatou que uniu todos os colegas de profissão do irmão para tentar salvar sua vida e que, graças ao seu trabalho coletivo, ele viveu por mais uns dias. O médico partiu no Dia dos Pais, mas deixou um grande legado para todos que conviviam com ele.

Lucas Paulino, amigo do neurocirurgião, disse que ele deixou um legado de respeito e valorização aos profissionais de saúde, em especial àqueles que estão trabalhando na linha de frente. Para Gabriela, o irmão deixou um exemplo de médico, irmão, filho, pai e marido. Disse ainda que prezava pelo bem de todos, em especial de seus pacientes, com os quais adorava conversar, e que realizava seu trabalho com amor.

O médico acreditava na prevenção através da informação, além das medidas sanitárias. Segundo os familiares, ele constantemente compartilhava conteúdos de qualidade e informação, e sempre desmentia os que traziam afirmações enganosas.

A perda de Lucas certamente foi muito dolorida para todos os que o acompanhavam e também para aqueles que conhecem e valorizam o trabalho dos profissionais de saúde, mas nos deixou a lição de que precisamos nos cuidar melhor e respeitar aqueles que, todos os dias, dedicam suas vidas em nome de nossa saúde e bem-estar.

Compartilhe este emocionante caso em suas redes sociais e ajude a espalhar essa mensagem de conscientização!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.