ColunistasReflexão

Médico é ser isso, fazer o bem independente de quem!

MÉDICO É SER ISSO capa e dentro

Um dia destinado aos médicos de qualquer especialidade para lembrar um pouco deles. Dispostos a ajudar, dedicam e até abdicam de muito para estar bem ali. De quem a intenção não é julgar e nem saber se está certo ou errado o que fez, mas se focam na saúde e no bem estar.



Aqueles que também têm famílias, filhos, relacionamentos amorosos e amigos, mas não deixam de incluir na lista de prioridades seus pacientes. Na agenda tentam encaixar um espaço para todos, mesmo quando se fazem ausente para um ou outro.

Atrás do jaleco, existem muitas histórias, muito sofrimento que carregam de outros doentes e bagagem de cada pessoa que passam por eles. Nem tudo foi bonito, mas eles continuam pela saga de não desistir da saúde.

Veem muitos olhares de tristeza e choros, convivem com cada dor e participam de superações. Tentam compensar um dia ruim pelas alegrias de outro dia. Sorrisos de liberdade são o que procuram.


Eles passam pela dificuldade do pré-vestibular com a esperança de passar. Depois de seis anos com aulas de manhã e tarde, muito conteúdo, finalmente se formam. Começam a ter outros problemas, como a falta de estrutura, gestão e apoio da saúde pública. Noites mal dormidas e mais dedicação. Caso ingressem na residência, mais exigências ainda de cada médico, mais cobrança e pressão, que no meu caso mais cinco anos estudando. Ou pós, mestrado para quem preferiu e conclusão, não param de estudar.

Lutam por saúde em um país injusto. Ganham até culpa de muitos pacientes sem realmente ter. Quando não são ouvidos, levam desaforos e também ficam tristes. Muitas vezes não são reconhecidos pelo que fazem. Então é um dia especial para gente pensar e agradecer a cada médico que luta pela saúde.

Mesmo com todas as dificuldades e estresses, eles não desistem. Seguem e tentam fazer diferença em cada pessoa que passam por eles, respeitando a vida.

Podem não mudar o mundo, mas os médicos podem transformar a vida de um só que passam por ele. Cada vida, cada pessoa, cada coração que pulsou e eles não deixaram parar.


Espero que, assim como eu que sou médica, todos se lembrem das coisas boas que fizemos, quando não tivermos mais aqui. Espero que mesmo aqueles que não fazem parte da saúde, deem valor e acreditem na nossa profissão.

Médico é ser isso, fazer o bem independente de quem.

Ainda louco, depois de todos esses anos…

Artigo Anterior

Detox das amizades – esquece quem não te faz bem!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.