Comportamento

Médico que passou 30 dias em coma por covid volta a atender. Exemplo de coragem e compromisso!

Cláudio decidiu honrar as pessoas que lutaram por sua vida voltando ao trabalho, para oferecer uma segunda chance aos seus pacientes. Incrível!



Os profissionais da saúde são considerados por muitos como os heróis da pandemia pois, desde o começo de tudo, estão trabalhando incansavelmente para tentar salvar o máximo de vidas possível, muitas vezes abrindo mão do tempo com as próprias famílias para estar na linha de frente dessa luta.

No entanto, apesar de cheios de conhecimento, coragem e muita força, eles são humanos como nós, e estando tão perto do vírus diariamente, podem ser infectados também, e passam a vivenciar o lado do paciente, precisando lutar pela própria recuperação.

Foi isso o que aconteceu recentemente com o médico de 32 anos, Cláudio Sérgio Martins Júnior, que contraiu o vírus e teve sérias complicações, chegando a ficar com 80% do pulmão comprometido e 30 dias em coma induzido, na UTI de um hospital de São Vicente (SP).


Em entrevista ao G1, o médico, que é formado há quatro anos, contou um pouco sobre a própria experiência com o vírus. Cláudio relatou que foram 59 dias internado e que também precisou retirar 45 cm do intestino, por complicações causadas pela covid-19.

Direitos autorais: arquivo pessoal.

Ele descobriu o contágio após sentir forte cansaço e perceber que sua saturação estava começando a baixar. Ele se cuidava em casa, mas precisou buscar ajuda em um hospital, porque a situação estava piorando.

Então, encaminhou-se ao Hospital Santa Casa, onde ficou internado todo esse tempo. Recuperado, o médico reconhece que ter sobrevivido é uma grande conquista e que é uma nova pessoa.


Cláudio diz que recebeu uma segunda chance, coisa que outros pacientes não tiveram, e decidiu honrar todos que lutaram por ele e por sua vida retornando ao trabalho. Segundo ele, atender os pacientes é retomar um pedaço de sua vida que a doença tentou roubar-lhe.

O médico ainda contou que, depois da alta, foi como se tivesse voltado a ser criança, pois precisou passar por muitos processos novamente, como reaprender a andar, falar, alimentar-se e cuidar da vida por conta própria.

Sua recuperação tinha previsão de seis meses, mas surpreendentemente aconteceu em 50 dias, e o médico voltou a atender na UBS de São Vicente. Ele acredita que o retorno ao trabalho é algo gratificante, pois é uma nova pessoa, e passou a olhar os pacientes com mais humanidade.

Direitos autorais: arquivo pessoal.


Apesar de não ter sido algo pelo qual gostaria de passar, Cláudio não quer que sua experiência pessoal tenha sido em vão, e está se esforçando para aprender coisas novas através de seu momento de dificuldade.

Como um conselho, o médico alerta que o vírus pode entrar em nosso organismo, dar uma volta e ir embora, ou causar um estrago, por isso precisamos nos conscientizar, porque já aguentamos tanto tempo, e podemos aguentar mais um pouco.

Que o relato de Cláudio seja um alerta para todos nós e que nos cuidemos pelo próprio bem e daqueles que amamos.

Compartilhe o texto em suas redes sociais!


Motorista segue cadela que andava pela rua com pote de comida e se surpreende com o que encontra!

Artigo Anterior

“Logo estaremos juntos”, diz Paulo Goulart Filho sobre quadro grave de covid de Nicette Bruno

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.