Pessoas inspiradoras

Médico recusa carreira lucrativa para cuidar de pessoas da comunidade pobre onde cresceu!

Este médico abriu mão de empregos com mais possibilidade de lucro para exercer sua paixão na comunidade em que cresceu. Conheça sua história!



Os profissionais da medicina, que dedicam anos a aprender o máximo possível sobre o corpo humano e trabalham todos os dias ajudando a melhorar e a salvar vidas, além de muita dedicação, muito amor e empatia pelas pessoas ao seu redor.

Algumas vezes, esses sentimentos ficam um pouco mais reclusos em seu interior e, em outras, são mostrados através de suas atitudes, que cruzam as fronteiras da profissão e mostram que, por baixo do jaleco, existem corações bondosos, dispostos a abdicar de determinadas coisas em nome de sua função.

O médico flilipino Temie Paul Villarino é um dos profissionais que provam que a medicina não é apenas uma profissão, mas também uma missão de vida. O portal de notícias local PEP teve uma conversa especial com o médico, que impressiona por sua humildade.


A matéria conta que Temie, que se formou em medicina pela West Visayas State University, obteve uma das melhores notas no exame do conselho médico em 2019, ficando entre os nove primeiros.

Por conta disso, recebeu diversas ofertas de emprego, dentro e fora de seu país. Esse é o sonho de praticamente todos os médicos, que querem construir uma carreira de sucesso.

Direitos autorais: reprodução Facebook.


No entanto, surpreendentemente, ele recusou todas as oportunidades, porque o que o movia era muito diferente disso. Temie queria cuidar das pessoas na comunidade carente e pobre em que nasceu, na pequena cidade de Godod, com cerca de 18 mil habitantes, e assim ele fez. O jovem formado se tornou o único médico municipal da região, que é de difícil acesso, por ser bastante montanhosa.

Ele diz que muitas pessoas chegam a morrer por falta de atendimento em sua área, e que até já perdeu um familiar por esse motivo. Além disso, nem sempre as vacinas chegam à região, o que ocasionou a morte de um dos seus irmãos.

Oferecendo-se para trabalhar no local, ele disse que está se esforçando para “ser parte da solução” de todos os problemas enfrentados em sua região.


Temie contou que, enquanto finalizava os estudos, orava dizendo que, se acabasse por se tornar um médico de elite, retornaria para servir a sua cidade natal, e tem cumprido sua promessa.

Direitos autorais: reprodução Facebook.

Atualmente, ele tem trabalhado duro para combater a propagação da covid-19 na comunidade, e disse que parte de sua trajetória como médico envolve esse tipo de rotina, e independentemente de quão difícil seja, esse é o trabalho que escolheu.


O médico também disse que não se considera especial, pois há muitos profissionais da medicina como ele, que se oferecem para trabalhar em áreas remotas, e que se sente otimista por acreditar que as coisas melhorarão com o tempo.

O jovem médico filipino é um ótimo exemplo a seguir. Ele tem aproveitado sua inteligência para fazer a diferença entre aqueles que mais precisam.

Que ele seja sempre bem-sucedido em sua trajetória e que mais profissionais como ele surjam.


Compartilhe este texto inspirador em suas redes sociais!

“Me recuso a arrumar uma faxineira.” Mãe conta que os 3 filhos fazem o trabalho de casa

Artigo Anterior

“Meu marido me traiu com minha mãe.” Mulher tem chocante descoberta após AVC

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.