Medo ou intuição? essa, com certeza, é uma dúvida que paira sobre nossas vidas…

Medo ou intuição?

Essa, com certeza, é uma dúvida que paira sobre nossas vidas e que nos deixa de cabelo em pé ou de mão no queixo sem sabermos o que fazer, por onde seguir, que decisão tomar, o que nos deixa paralisados diante de várias situações.



E de fato ter essa dúvida se o que você sente é medo ou é a sua intuição te apontando um caminho, não é novidade para uma sociedade que nos educa a nunca ouvir a voz do coração, e ainda vou mais além se tratando de ensinamentos limitadores, dos quais encontramos nos sermões religiosos, de maior referência ocidental, onde afirmam que nosso coração é enganoso.

Dessa forma muitas crenças com base no medo vão se enraizando em nosso subconsciente ao longo da vida, e quando nos deparamos com sentimentos, emoções e pensamentos que nos dizem alguma coisa, seja lá o que for, a única atitude que irá prevalecer é a de sobrevivência do nosso sistema de defesa, interpretando todo e qualquer movimento emocional e sentimental como uma enrascada.

Parece que esse é um assunto complicado não é mesmo!? Como saber de fato que o que sentimos é o medo tentando nos proteger de fato ou se é nossa intuição nos impulsionando a prosseguir no nosso caminho que nos trará a tão sonhada realização de vida!?


Na verdade vou logo de cara desmistificar que esse assunto de medo, voz, intuição, sexto sentido é uma coisa difícil de entender, porque não é tá ok!?

“Medite até as vozes calarem a boca”.

Essa é uma frase que eu ouvi assistindo o vídeo de uma pessoa muito querida que eu sigo, e pra mim foi A FRASE (rsrsrs) porque é exatamente isso que acontece e sei que pode ser muito difícil, porém não impossível, que essas vozes de fato sejam silenciadas, permitindo que outros sentidos muito mais naturais possam ser percebidos dentro de nós.

A nossa identificação com nossa mente, logo com nossos pensamentos, é o maior pivô dessa confusão toda. A dúvida está sempre lá, presente na sua mente, sem deixar você fazer suas escolhas e tomar decisões que você até entende ser o melhor, mas o medo toma de conta e você mais uma vez se paralisa e não dá mais nenhum passo adiante.


Pois bem, já lhe dei até uma dica de como podemos abolir de nossa vida essa insegurança que vem muitas e muitas vezes em formato de vozes na nossa linda cabecinha.

Isso mesmo!!!!

Nossos pensamentos não devem ser levados muito em conta, isso porque a fonte deles não é exatamente divina ou que tenha alguma relevância espiritual que nos aponte caminhos realizadores. Nossos pensamentos são um conjunto de informações contidas na nossa memória que são disparados por uma série de gatilhos mentais, então de cara logo se percebe o quanto eles tendem a serem repetitivos, desconexos e sem sentidos.

Vamos agora para a parte mais clara e objetiva dessa conversa toda:

O medo sempre virá movido por grande carga emotiva, a voz da mente sempre leva em consideração os desejos e receios do ego, e os principais sinais desse movimento emotivo causados pelo medo são: vozes, pensamentos recorrentes, pensamentos que insinuam situações de perigo, fobias, delírios, pensamentos cruéis, paralisia, desatenção, ansiedade, confusão mental e uma série de outros sintomas que se desencadeiam dependendo da sua identificação com sua mente.

A intuição por sua vez, já quero deixar muito claro, que todos nós temos como parte de nossa essência. Não existe esse ser humano que não tenha tal função contida em seu ser, você pode até não entendê-la ou não discernir, mas te garanto que ela está bem aí dentro de você.

A intuição diferente do medo, não vem carregada de emoções intensas, ela é um saber sem saber, um sentir muito antes de chegar a sua mente em forma de pensamento, ela sempre será um sentir que tem uma característica de neutralidade.

E agora você percebe o quanto é fácil perceber a diferença claramente existente entre o medo e a intuição??

Precisamos nos dissociarmos dos nossos pensamentos, eles não são exatamente quem você é, nem quem eu sou, e fazendo esse exercício de separação, conseguiremos sentir nitidamente o caminho a seguir apontado pela nossa intuição, nosso ser maior, nossa luz interna, nosso guia espiritual.

Eu sei que pode ser difícil para muitas pessoas dar esse passo de confiança, comece a trabalhar o sentimento de que o universo sempre está te apoiando, de que você está segura(o) e de fato está.

É preciso um passo de confiança, começar a gerar em nós a informação de que todas as coisas vão cooperar para o nosso bem, é preciso ter fé, dar o primeiro passo confiando no seu sentir e todo o restante irá se encaixando, você vai ver!!!!

Gratidão imensa pelo dom da vida!

Aline Bastos na eternidade do agora agregando valor e facilitando o despertar.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.