Comportamento

Família Real demonstrou “preocupação” com “quão escura” seria a pele de seu filho com Harry, revela Meghan Markle

Untitled 1 1

A declaração foi feita durante entrevista a Oprah e mostra o lado preconceituoso da Família Real, que afastou progressivamente o casal Meghan e Harry com diversas atitudes prejudiciais.



Em entrevista concedida à Oprah Winfrey, no dia 7 de março, pela CBS, a duquesa de Sussex, Meghan Markle, fez uma séria declaração de que a Família Real se preocupou com “quão escura” seria a pele de Archie, primeiro filho do casal.

O príncipe Harry foi quem revelou as preocupações de sua família, dizendo que ainda não sabia ao certo a que o filho teria direito, já que a mãe é afro-americana.

Meghan disse que teve várias conversas sobre a segurança de Archie, sobre ele ter ou não títulos, e quão escura seria sua pele, tudo isso antes mesmo que a criança nascesse. No dia 8 de março, Oprah explicou que Harry pediu que ela falasse publicamente que nem a rainha Elizabeth II nem o príncipe Philip foram responsáveis pelas declarações do casal.


Em fevereiro deste ano, Harry e Meghan Markle romperam todos os laços profissionais com a corte britânica. Eles se encontraram com a rainha Elizabeth II e explicaram que não voltariam a trabalhar mais como membros da monarquia.

O rompimento também pegou a todos de surpresa, já que precisam viver de forma discreta, sem fazer nenhum tipo de declaração para a mídia.

As más experiências e decepções não pararam por aí. Meghan ainda disse que a princesa Kate a fez chorar e que se sentia completamente infeliz na Família Real, o que a fez pensar em suicídio diversas vezes. Durante a entrevista, a duquesa disse que simplesmente não queria mais permanecer viva e que esse era um pensamento constante, muito claro e assustador. Também disse abertamente que todo o sofrimento a fez pensar em se machucar e dar fim à própria vida.

O príncipe Harry afirmou que está muito decepcionado com o pai, o príncipe Charles, e que Diana, sua mãe, teria ficado muito chateada e brava com a forma como Meghan foi tratada pela Família Real. O desapontamento vem, principalmente, do fato de que Charles passou por uma situação semelhante com sua esposa Diana e que tem plena consciência da dor que isso causa.


Mesmo dizendo que sempre vai amar o pai, Harry disse que muitas mágoas aconteceram ao longo dos anos. Além disso, o príncipe explicou que, se não fosse pela esposa, jamais teria se afastado da corte, porque estava preso, sem saber que passava por isso. Mas acredita que sua companheira o tenha salvado desse aprisionamento.

Quando Harry estava cogitando abandonar seus deveres reais, seu pai Charles parou de atender a suas ligações, deixando o casal totalmente sem saída. Disse que jamais escondeu que pretendia se desligar do Palácio de Buckingham – teve três conversas com sua avó e duas com o pai, antes que ele deixasse de atendê-lo. Nesse momento, o príncipe Charles pediu que o filho colocasse suas pretensões no papel.

Esse foi o momento em que Harry percebeu que teria de assumir as rédeas da situação, passando a tomar as próprias decisões, sem esperar aprovação da família. Ele explica que precisava fazer isso pela mulher e pelo filho, prezando pela saúde mental de todos. Agora, depois do desligamento, Harry conta que o pai voltou a atender a suas ligações.

Grande parte dos membros da realeza recebe uma quantia em dinheiro todos os anos, correspondente às funções que exercem em eventos oficiais. Mas Harry conta que, a partir do momento em que apresentou Meghan à família, sentiu que esse acordo estava em risco.


Algumas pessoas sugeriram que Meghan continuasse seus trabalhos como atriz, porque não haveria dinheiro para ela. O casal ainda conta que pediu repetidas vezes para a realeza pagar pela equipe de segurança dele e do filho Archie, mas o pedido foi sucessivamente negado.

No começo de 2020, após a mudança dos dois para os Estados Unidos, eles foram cortados financeiramente, deixando de receber dinheiro a que tinham direito. Harry explica que foi a herança de sua mãe que lhes proporcionou condições de se mudar, sem isso não teriam nada.

Segundo informações de Oprah, a entrevista não foi combinada previamente, e o casal não sabia quais perguntas seriam feitas. As gravações aconteceram na casa de uma amiga de Meghan, e eles não fizeram um acordo para receber dinheiro com a entrevista.

A duquesa revela que entrou para a Família Real de maneira ingênua, já que não tinha noção do que fazia a instituição e como era o comportamento de seus membros. Assim como Meghan, em 1995, a princesa Diana também deu uma entrevista, falando um pouco sobre a família e os motivos de sua separação de Charles.


Meghan ainda conta que não sabia quais seriam suas obrigações, quando se casou com o Harry, por ser americana, nem sequer sabia de fato o que significava fazer parte da realeza. Antes de tudo acontecer, ela tinha uma imagem distorcida, proveniente dos contos de fadas, distante da realidade que viveu.

Compartilhe nas suas redes sociais e comente abaixo o que acha disso!

Mulher que apresentou reação alérgica ao pintar cabelo e teve morte cerebral terá órgãos doados

Artigo Anterior

“Perdi quatro pessoas que eu mais amava para o vírus”: empresária lamenta morte de familiares

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.