6min. de leitura

A MELHOR VERSÃO DE NÓS MESMOS!

Somos únicos! Pensando nisso, veio à mente aquela velha história batida de… “não vou mudar por nada e nem por ninguém”… Um dos maiores absurdos que podemos ouvir na vida. SÉRIO? Que descaso com a gente, não é mesmo?



Primeiro, quem disse que somos ninguém? Sim, essa frase pode ser lida dessa maneira. Devemos parar de pensar que se refere a mudarmos por causa de outras pessoas. Isso na verdade, não deveria nunca ser cogitado.

Segundo, quem disse que somos sempre legais? Vamos combinar, nem sempre sermos nós mesmos é algo legal. Deixemos o ego de lado e façamos uma análise. Mas, façamos isso com honestidade, sem nos passarmos a mão na cabeça.

a-melhor-versao-capa-e-foto-01


Muitas vezes, temos orgulho em nos autodefender, mesmo quando estamos errados. Confortável, e sem efeitos colaterais a curto prazo. Um capricho desnecessário, porque a vida passa e quando vemos, estamos repetindo ciclicamente, os mesmos comportamentos há anos e reclamando que nada muda. Muito esperto da nossa parte para com nós …

Então, vamos parar com a “passação inútil de mão na cabeça”, e ver que isso sempre nos levará para o mesmo lugar. Pode até ser que não percebamos, mas sempre voltaremos para o mesmo ponto. Sabe aquela outra frase… “já até sei como vai ser ““… É o nosso subconsciente nos avisando… “Sério, você vai fazer isso de novo”? ” Não só vamos correndo, como parece que temos uma necessidade quase incontrolável de partirmos em uma empreitada inútil, a caminho do “mais do mesmo”.

Deveríamos tomar a decisão de pararmos de ser sempre os mesmos, para nos tornarmos


“A melhor versão de nós”. Não é mudar a nossa personalidade, é nos aprimorar… Não será fácil se desconstruir, estava tão confortável, não é? “Aiiiiii… é tão fácil, estou tão acostumado (a)”.

Paremos! Agora!

Se desconstruir faz parte da vida, vamos aceitar isso com maturidade. Afinal, é sobre nossa vida que estamos falando. Tudo se transforma no universo, porque seria diferente com nós humanos? Deixemos apenas aquilo que sempre foi bom, há sempre algo que é nosso, que nos torna únicos, e isso deve ser sempre aprimorado.

Hoje, sejamos nossa melhor versão de ontem…

E amanhã, sejamos nossa melhor versão de hoje…

Até que se torne um hábito…

Quando falhamos, sendo a nossa versão antiga, já sabemos o que não dará certo e assim, nos tornamos previsíveis, chatos, de leitura fácil e por vezes, desacreditados por nós mesmos, quem dirá pelos outros. Porém, ao falharmos, sendo a nossa melhor versão, será uma falha nova, uma que não conhecíamos e que precisará ser aprimorada também. Vamos nos dar ao luxo, de nos surpreender, até nas falhas… somos humanos, será inevitável falhar.

Vamos permitir que um “ex-nosso” se forme dentro de nós, porque “a nossa melhor versão” estará surgindo! Isso poderá nos trazer a realidade, aqueles projetos há muito guardados, experiências melhores, pessoas novas, na mesma nova sintonia. Tudo que estava soterrado, debaixo daquela versão batida de sempre, que nos impede, nos acomoda.

Se por acaso no processo, isso trouxer “ex-pessoas” para nossas vidas… Que lindo, sério, fiquemos felizes! Sinal de que essas na verdade, nunca foram. Dói pensarmos assim. Há sentimentos envolvidos. No entanto, talvez esses sentimentos não sejam exatamente, o que pensávamos que era. Pode ser somente a nossa versão antiga, nos dando as velhas impressões, que estamos tão acostumados e que nos confortam. Confortos passageiros apenas. Pensemos com carinho e cuidado, e depois de analisarmos, e se for o caso, melhor largarmos e deixar que partam de vez. Não pedimos que partissem se foram porque quiseram, nada podemos fazer. Se pessoas que tínhamos convívio desde sempre, não conseguem viver com a nossa melhor versão, não percebem que mudar para melhor, pode ser bom para todos, sinal de que, há algum problema ou simplesmente, não somos mais convenientes. Como já citado, não será fácil.

Desconstruções nos trazem recordações que não lembrávamos ou simplesmente ignorávamos. Essas muitas vezes, no entanto, são as que mais atrapalham as “coisinhas imperceptíveis”. Desconstruções requer planejamento.

a-melhor-versao-foto-02

Uma identidade melhorada do nosso eu, pode ser assustadora, mas necessária, caso contrário, o lugar comum nos aprisionará sempre. Desconstruções nos mostram as marcas dos acúmulos dos anos, e pode ser aquele choque de realidade necessário. Desconstruções nos dará uma vontade de voltar para o lugar de sempre. Pensemos apenas no resultado… Acreditem, vale o esforço!

Ninguém se torna mestre em algo, fazendo sempre as mesmas coisas, exemplos na história não nos faltam.

“SEJAMOS SEMPRE… A MELHOR VERSÃO DE NÓS MESMOS! ”.

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.