Família

Melhores amigas decidem morar juntas, com maridos e filhos, como uma família

capa site Melhores amigas decidem morar juntas com marido e filhos como uma familia

Madison e Curstin decidiram que a amizade da adolescência deveria mudar de nível, então uniram suas famílias na mesma casa.

A amizade bem cultivada pode nos acompanhar pela vida inteira, mostrando que não estamos sozinhos neste ambiente e que podemos contar com outras pessoas nos bons e nos maus momentos. Conhecer alguém ainda na infância e ter a possibilidade de assistir ao seu crescimento emocional, físico e profissional é um privilégio, e todos deveríamos nos esforçar sempre mais para encontrar relações similares a essas.

Assim como nascemos para viver em sociedade, somos bons em cultivar relações e nos socializar, também possuímos o senso de comunidade, ou seja, somos capazes de construir estruturas para que muitas pessoas desfrutem dela. A maternidade, por exemplo, é um dos momentos de mais solidão para as mulheres, que podem se sentir excluídas dos antigos círculos sociais, vendo inúmeras pessoas que consideravam amigas indo embora.

Essa solidão materna é enfrentada por mulheres e demais pessoas com útero no mundo inteiro, mas não abrange apenas o período gestacional. Assim que a criança nasce, essa sensação se intensifica ainda mais, já que a mãe precisa enfrentar o puerpério, a queda hormonal e a possível distância do próprio filho, porque a licença-maternidade dura apenas de quatro a seis meses no Brasil, por exemplo, sendo que todos sabem que a amamentação exclusiva é indicada no mínimo até o sexto mês de um bebê.

As mulheres enfrentam sérios dilemas com seus grupos sociais anteriores, com a forma como as crianças são tratadas na comunidade, com a maneira como os empregadores tratam quem tem filhos e até com as ausências que sentem com frequência. Não é mentira quando dizem que é preciso uma comunidade inteira para criar uma criança, principalmente porque todas as partes precisam estar em sintonia, proporcionando uma infância saudável para as crianças e uma maternidade menos penosa para as mulheres.

Para Madison e Curstin, amigas desde os 13 anos, parecia natural compartilhar suas etapas de vida. Desde esse tempo, ambas sonhavam em morar juntas algum dia para ficar ainda mais próximas. No início, muitos pensavam que eram apenas devaneios juvenis, e achavam graça do desejo das meninas, que fortaleciam a amizade e alimentavam o mesmo desejo.

2 Melhores amigas decidem morar juntas com marido e filhos como uma familia

Direitos autorais: reprodução TikTok/ @thetwinpletfamily

Alguns anos depois, as jovens começaram a namorar os melhores amigos, Zach e Carter que, ironicamente ou não, também não se separavam. De acordo com reportagem do tabloide Mirror, os dois casais se casaram, o que tornou a decisão de morar juntos ainda mais simples: quatro grandes amigos dividindo a mesma casa.

3 Melhores amigas decidem morar juntas com marido e filhos como uma familia

Direitos autorais: reprodução TikTok/ @thetwinpletfamily

Como se não bastasse sonhar em dividir um teto, os jovens decidiram tentar engravidar ao mesmo tempo e, por incrível que pareça, conceberam as crianças com apenas algumas semanas de diferença. A primeira a dar à luz foi Curstin; nasceu um menino chamado Cade; três semanas depois, Madison teve os gêmeos Jennings e Evie.

4 Melhores amigas decidem morar juntas com marido e filhos como uma familia

Direitos autorais: reprodução TikTok/ @thetwinpletfamily

No início de 2021, eles colocaram em prática o desejo de unir as famílias e elevaram o relacionamento a outro nível. Zach também precisava do apoio dos amigos para se ajustar depois de deixar o exército, e a experiência foi tão positiva, que se tornou permanente. Num vídeo no TikTok, Madison explica que eles criavam os filhos juntos, como uma grande família, com muita unidade, em que as crianças eram o centro de todas as relações.

Madison reconhece que a mudança não será algo definitivo, que cada casal traça seus planos individualmente, mas que a experiência e as memórias deste tempo valem mais do que qualquer coisa. A jovem fala que são melhores amigos criando crianças que serão também melhores amigas, mostrando que é o melhor ano para todos.

0 %