Pessoas inspiradoras

Aos 12 anos, menina cria escolinha com materiais retirados do lixão e se torna professora de 20 crianças!

A iniciativa foi ideia de Ericka Leal, para ajudar crianças por causa das aulas interrompidas pela pandemia.



Crianças têm um poder absoluto de transformar o ambiente em que vivem. Mesmo com a pouca idade, a vontade de ajudar impulsiona muitos. Crianças movem o mundo com sua esperança, bondade e altruísmo!

A forma como encaram as coisas é responsável por renovar as energias. Jovens querem resolver as situações com imediatismo e isso, em partes, é muito importante para modificar a realidade existente. O protagonismo infantil e seu ponto de vista sobre tudo tornam crianças e adolescentes otimistas e motivadores! Crianças enxergam o mundo de forma colorida, mesmo com as dificuldades. É dessa motivação que muitos adultos precisam!

A maneira mais potente de mudar a realidade é pela educação. Com crianças e jovens tendo acesso à informação, o objetivo de ajudar as pessoas fica ainda mais evidente. Com adultos se tornando mais críticos, as oportunidades melhoram e a qualidade de vida também.


O potencial que um jovem tem é o combustível que impulsiona o motor da sociedade. A história que vamos conhecer é de uma pequena professora, de apenas 12 anos, que já fez a diferença na vida de mais de 20 crianças!

Ericka Leal é uma jovem idealista. Com as aulas presenciais canceladas por conta do coronavírus, ela teve a ideia de brincar de escola, ensinando o que sabe para as crianças da comunidade.

Ela mora no interior do Maranhão, em Coelho Neto. A brincadeira virou algo sério e ela fundou a Escolinha da Esperança. Apesar de todas as dificuldades, a menina está ensinando o que muitas crianças deixaram de aprender por conta da interrupção do ensino.

Mesmo tão jovem, ela é determinada. Nas classes, Ericka ensina a ler e a escrever, incentiva a leitura e interpretação de texto e ensina boas práticas. O material didático foi recolhido do lixão.


Com informações do Gshow, o programa “É de casa” mostrou a história da pequena. Ela contou que, depois que as aulas pararam, tudo o que podiam fazer era brincar. Foi aí que surgiu a ideia de brincar de escolinha. A menina disse que fez a escola, virou professora e está muito orgulhosa de seu grande feito. Seu sonho agora é ver a “Escolinha da Esperança” crescer e ter mais estrutura para ensinar mais crianças!

Que exemplo incrível essa garotinha nos dá! Que sua atitude gere muitos frutos para sua vida e para aqueles que estão sendo ajudados por ela!

O que achou deste caso?

Comente abaixo e compartilhe-o em suas redes sociais!


 

Após parto, gêmeas que estavam em sacos amnióticos diferentes se abraçam. Muito amor!

Artigo Anterior

Familiares oram, de joelhos, em volta de hospitais em apoio a pacientes com covid-19

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.