Comportamento

Menina de 12 anos reforma casa em apenas uma semana e gasta apenas R$ 300

Foto: Reprodução
menina

A mudança foi feita durante o isolamento social feito no início da pandemia do novo coronavírus, enquanto as escolas estavam fechadas, funcionando apenas por ensino remoto.

Antes do início da vacinação em massa da população, a Covid-19 fez com que a maioria das famílias ficassem isoladas em suas casas, na esperança de que a ciência fizesse seu papel o mais rápido possível. Sem poder ver os amigos, familiares e sequer socializar em festas e eventos, a quantidade de pessoas que começou a buscar um hobby aumentou consideravelmente.

Tutoriais no YouTube e inúmeras fotografias e vídeos de antes e depois acabaram se espalhando pelas redes sociais, com pessoas tentando realizar tudo aquilo que nunca tinham imaginado fazer anteriormente. Para Bea Levache, na época apenas com 12 anos, a experiência foi muito similar, mas o tempo que ela demorou para concluir seus projetos foi o que acabou chocando a todos.

Segundo reportagem do Mirror, a pré-adolescente usou o tempo entre as aulas durante o bloqueio do coronavírus para redecorar a despensa, as escadas, o escritório de sua mãe e ainda projetar uma parede, tudo isso em apenas uma semana. Susie Levache, de 49 anos, explicou que a filha desenvolveu suas habilidades nesse período, e ficou muito impressionada quando viu que ela sabia utilizar perfeitamente bem o serrote e a furadeira, fazendo um excepcional trabalho.

A mãe, que trabalha com decoração de interiores, contou que estava com o planejamento de modificar alguns cômodos da casa, e a filha se interessou e pediu para conduzir a reforma sozinha. Como elas queriam reaproveitar o máximo de coisas da própria casa, acabaram gastando pouco mais de R$ 300 para decorar três ambientes e ainda projetar uma parede.

Screenshot 22 6

Direitos Autorais: Reprodução/The Sun

Susie explicou que nunca tinha visto os filhos se interessarem por decoração, mas percebeu que poderia permitir que ela e o irmão, hoje com 17 anos, poderiam tomar as rédeas da situação, e se acontecesse algo, ela mesma consertaria, já que todos estavam com muito tempo livre em 2020. “Ela fez um trabalho brilhante e é muito habilidosa com um serrote”, reforçou a mãe, que se limitou a apenas supervisionar os filhos.

A menina estava ansiosa para começar os trabalhos, mas também tinha receio que poderia estragar a própria casa, mas Susie disse que os cômodos já estavam daquele jeito há muito tempo, e que ninguém tinha nada a perder. Isso fez com que a filha tivesse mais confiança nos processos, e depois dos dois primeiros painéis de MDF, ela fez tudo sozinha, recebendo uma mãozinha ocasional do irmão Ted, hoje com 17 anos.

Screenshot 23 5

Direitos Autorais: Reprodução/The Sun

O primeiro cômodo a ser modificado foi o escritório, e assim que Susie viu o resultado final, encorajou Bea a continuar reformando outros espaços, como a escada. Ali ela sequer supervisionou, pois já tinha confiança de que os filhos sabiam muito bem o que estavam fazendo. A menina teve extrema paciência, e pintou tudo sozinha.

Logo depois, eles partiram para a cozinha, e foi o cômodo em que ela mais usou a furadeira, arrumando todos os armários existentes lá e trocando os puxadores de gavetas, fazendo com que o espaço ficasse ainda mais interessante. Posteriormente, a menina acabou pintando o quarto e ajudando a recuperar a despensa da casa, que mais funcionava como um depósito do que como um espaço funcional.

Screenshot 24 5

Direitos Autorais: Reprodução/The Sun

A família ainda recuperou uma mesa antiga, colando azulejos antigos no tampo para fazer um mosaico impressionante e depois colocando um vidro em cima. O móvel ficou no terraço da casa, fazendo com que eles passassem a aproveitar mais o espaço, bebendo chocolate quente em noites frias e jogando conversa fora.

Screenshot 25 4

Direitos Autorais: Reprodução/The Sun

Comprando apenas o estritamente necessário, a família inteira ficou muito orgulhosa com o tanto que economizou, assim como com o comportamento de Bea, que em apenas uma semana, mostrou que sabe muito bem como melhorar os espaços.