publicidade

Menina de 7 anos de idade surpreende e entra na lista dos melhores escritores infantis do mundo

“Estamos esperando a próxima onda”, disse o pai, e essa frase foi a inspiração de que ela tanto precisava para escrever.



Vivemos em um mundo tecnológico. Basicamente qualquer dúvida ou problema que tenhamos pode ser resolvido rapidamente com alguns toques na tela do celular ou cliques no computador. Essa é uma realidade que traz alívio e comodidade, mas que também nos torna preguiçosos e nos faz abandonar hábitos tão preciosos que nos acompanham há muitos anos.

O contato excessivo com a tecnologia pode ser prejudicial, especialmente para as crianças, que trocam atividades importantes dessa parte da vida por jogos em celular e com isso acabam deixando de desenvolver habilidades importantes para o seu futuro.

Alguns dos hábitos que mais correm o risco de serem perdidos é a leitura e a escrita. A maioria das crianças está cada vez mais trocando essas práticas por atividades que exigem menos esforço, no entanto, algumas delas sabem equilibrar sua rotina e não deixam de investir nos livros.


Uma delas é a jovem sul-africana Michelle Nkamankeng, de 7 anos. A menina é completamente apaixonada por leitura e escrita, e dedica grande parte de seu tempo livre a essas atividades. Sua paixão e dedicação já lhe renderam algumas conquistas. Michelle já publicou um livro, “Waiting for the waves” (“Esperando pelas ondas”) e foi incluída, numa lista global, entre os dez principais autores de livros infantis. Reconhecimento muito importante para motivar uma jovem escritora.

Michelle diz que a inspiração para o primeiro livro foi uma experiência pessoal.

Durante sua primeira visita à praia, a menina, que estava com medo das ondas, perguntou ao pai o que todos faziam parados, apenas olhando o movimento das águas. “Estamos esperando a próxima onda”, disse o pai, e essa frase foi a inspiração de que ela tanto precisava para escrever. Então, definiu o tema do livro e logo começou a escrevê-lo.


 

“Eu apenas ri e não levei nada disso a sério. Ela começou a pegar papéis em casa e amarrou o bloco como um livro. Ela fez tudo isso em segredo. Nós não tínhamos ideia do que ela estava fazendo até que ela deu à sua mãe o conteúdo escrito à mão, grampeado e encapado. Ela apenas disse: ‘Mãe, este é o meu livro!”, conta Paul Nkamankeng, pai da jovem escritora.

Michelle já tem quatro livros escritos, mas apenas um publicado, por enquanto. Quando finalizou o quarto, ela teve uma conversa séria com os seus pais:

Se vocês não têm planos de tentarem publicar uma das minhas histórias, eu vou parar de escrever.

Essa atitude os fez perceber a dedicação e comprometimento da filha, e correr atrás da publicação de seu primeiro livro.

O talento de Michelle chegou ao ministro da Cultura da África do Sul, que a parabenizou por seu talento.

Que grande conquista para uma criança de 7 anos, isso mostra que investir na leitura e escrita nunca é tempo perdido!

Desejamos muito sucesso para a jovem escritora Michelle e que seu exemplo inspire crianças no mundo todo.

Compartilhe esta história em suas redes sociais!

 

Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: divulgação/Facebook.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.