Notícias

Menina de 7 anos é estuprada e degolada pelo padrasto, em Santa Catarina

Foto: Reprodução
Menina de 7 anos é estuprada e degolada pelo padrasto em Santa Catarina

Uma menina de 7 anos foi morta degolada na noite de segunda-feira (30), em Itajaí, no Litoral Norte.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito de cometer o crime é o padrasto da criança e teria sido morto após confronto com a Guarda Municipal da cidade (GMI). Antes de matar a menina, ele teria estuprado a vítima, disse a PM.

De acordo com informações preliminares repassadas pela 1º Batalhão da PM em Itajaí, o homem não aceitava o fim do relacionamento com a mãe da vítima, de 39 anos, e por isso teria cometido os crimes. O suspeito teria cortado também os dedos do outro filho da mulher, de 16 anos.

Médicos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) confirmaram que a menina foi estuprada e depois degolada, informou a PM. Uma faca que teria sido usado nos crimes foi apreendida. Câmeras de segurança flagraram o suspeito deixando a casa da ex-companheira.

O estado de saúde do adolescente é estável, informou a 1º BPM.

Ainda de acordo com a PM, o autor seria servidor público da prefeitura de Itajaí. Ele possuía registro de ocorrência contra da menina de 7 anos e do adolescente por ameaça.


Se você presenciar um episódio de violência contra crianças ou adolescentes, denuncie o quanto antes através do número 100, que está disponível todos os dias, em qualquer horário, seja através de ligação ou dos aplicativos WhatsApp e Telegram.

O mesmo número também atende denúncias sobre pessoas idosas, pessoas com deficiência, pessoas em restrição de liberdade, população LGBT e população em situação de rua. Além de denúncias de discriminação étnica ou racial e violência contra ciganos, quilombolas, indígenas e outras comunidades tradicionais.

0 %