Animais

Menina sobrevive a temperatura de -11°C após dormir abraçada com um cachorro de rua

Menina sobrevive a temperatura de 11 apos dormir abracada com um cachorro de rua

A criança conseguiu se manter viva graças à companhia de um cão. Conheça essa tocante história.

O vínculo entre cães e crianças é algo poderoso, como todos sabemos. Aqueles que cresceram com esses animais por perto conheceram o significado de uma amizade pura e cheia de amor desde muito cedo, e quem só conheceu o poder dessa amizade depois de adulto com certeza deseja que seus filhos cresçam perto desses animais tão iluminados.

Natureza solidária, generosa e carinhosa é característica dessas criaturas que não nos enxergam por bens materiais que lhes possamos oferecer, mas sim pelos nossos corações. Tudo o que querem e precisam de nós é amor, e estão dispostos a nos oferecer o mundo em troca.

Mesmo quem esses animais não conhecem costuma receber os frutos de seus cuidados e carinho, que podem transformar sua vida.

Recentemente, uma menina na Rússia escapou de uma situação perigosa porque encontrou um cãozinho. Segundo reportado em matéria do The Mirror, Vika Z foi para a escola e não retornou para casa no horário habitual, depois das 13h. A situação chamou a atenção dos responsáveis pela menina, que logo pediram ajuda para procurá-la.

Vika vive na maior ilha da Rússia, Sakhalin, e nesse período do ano, que é de inverno, a região é conhecida por registrar temperatura negativa, como -11°C, de acordo com a polícia.

No dia em que a menina desapareceu, a ilha foi tomada por uma nevasca com mais de 2 pés de profundidade, chegando a bloquear portas e janelas, até mesmo alcançando o primeiro andar de alguns imóveis.

Como se pode imaginar, essa é uma situação de extremo perigo para uma criança desacompanhada, especialmente quando ninguém sabe onde ela se localiza.

Felizmente, ela contou com uma ajuda especial enquanto esteve sozinha. Vika, que ama os animais e costuma brincar com alguns cachorros, foi alimentá-los depois das aulas, em um local abandonado, onde acabou ficando presa por causa da tempestade de neve com vento forte.

No tempo congelante, ela conseguiu se manter viva porque se manteve abraçada a um cãozinho de rua para se aquecer. POr cerca de 18 horas desde o desaparecimento até o resgate, ela contou com apoio incondicional do animal.

A equipe de resgate, composta pela polícia e voluntários, encontrou Vika a 800 metros da sua casa, deitada num colchão deixado por pessoas para os cães sem teto. O colchão ficava sob sacada baixa, onde os animais podiam se abrigar da tempestade.

A menina tinha queimaduras na pele causadas pela longa exposição ao frio congelante.

Vika foi levada diretamente para o hospital, onde foi constatado que a menina estava com um leve congelamento. Vika saiu da escola às 13h e foi encontrada apenas na manhã seguinte, às 8h45.

O funcionário do Comitê de Investigação, Olesya Voznyuk, confirmou o local onde a criança foi encontrada, informando que, mesmo que ela não estivesse em um ponto de difícil acesso, foi necessária a ajuda de 40 pessoas para ser resgatada.

Algumas situações da vida realmente escapam ao nosso controle, e precisamos contar com um pouco de sorte para que tudo termine bem. Felizmente, Vika pôde contar com a ajuda e proteção de um anjo da guarda naquela situação tão complicada.

Estamos torcendo para que o cão que a salvou, bem como os demais animais que podiam estar no local, tenham recebido alguma ajuda.

0 %